você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Utilitário Screen

Colaboração: Rodrigo Bernardo Pimentel

Data de Publicação: 21 de Setembro de 2000

Administradores de sistemas ou analistas de suporte freqüentemente estão com um shell aberto em alguma máquina remota, um servidor ou uma máquina de cliente.

Imagine um arquivo com 1000 linhas de ipchains, não salvo, e seu X fecha, levando com ele todo seu trabalho. Se o cliente colocou a senha pra você e você precisa de mais shells, há também o incômodo de ficar pedindo toda hora pra ele colocar a senha, *se* estiver presente.

Ou, ainda, você tem uma sessão aberta em um servidor a partir de outra localidade qualquer e, por algum motivo, o servidor para de aceitar conexões novas (vi isso acontecer recentemente).

Bem, se você acha possível que alguma dessas situações possa lhe acontecer, sugiro dar uma olhada no "screen" <http://www.gnu.org/software/screen/ >.

O screen é um software que gerencia várias janelas dentro de um único terminal de modo texto (ou, é claro, um xterm). Além disso, você pode "destacar" o screen de um determinado terminal e "conectá-lo" a outro.

Uma nota sobre nomenclatura: "C-a" significa "Ctrl + A", "C-a a" significa "Ctrl-a, solte, digite 'a'".

Para iniciar uma sessão de screen, basta digitar (adivinhe?) "screen". A partir daí, você já pode destacar essa sessão com "C-a d". Se houver algum programa rodando nessa sessão de screen, ele continuará rodando. Quando você o reconectar a um terminal, com "screen -r", o programa não aparecerá no ponto em que estava quando você o destacou, mas como se você nunca tivesse destacado o screen.

Para abrir um novo shell, usa-se "C-a c". Com "C-a w" são listadas as janelas abertas. As janelas são numeradas seqüencialmente conforme vão sendo criadas. Janelas de 0 a 9 podem ser acessadas com "C-a 0", "C-a 1" etc. Se houver mais janelas, pode-se usar "C-a '" (C-a seguido de aspas simples), que pergunta a janela para a qual se quer ir; ou "C-a n" e "C-a p", que vão, respectivamente, para a próxima janela ou para a anterior.

Cada janela do screen tem buffer de scroll próprio (shift + page up / shift + page down). Mesmo depois de destacadas / reconectadas.

Uma outra dica, pra quem sente falta de um "screensaver" com senha pra console: "C-a x" trava o screen com uma senha que você escolha na hora.

Há mais uma série de funcionalidades e comandos. Sugiro, como sempre, "man screen".



Veja a relação completa dos artigos de Rodrigo Bernardo Pimentel

 

 

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script