você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

su, sudo, ssh no emacs!

Colaboração: Rodrigo Bernardo Pimentel

Data de Publicação: 18 de Setembro de 2000

Pra quem, como eu, usa emacs e usa (usava) vi pra editar poucas linhas, ou arquivos de configuração como outro usuário, porque o emacs demora um pouco pra abrir e, sinceramente, dá preguiça esperar por tão pouca coisa...

O primeiro problema resolve-se facilmente (e já o fiz há muito tempo): nunca feche o Emacs :)

Não, é sério! Não há muito o que você não possa fazer no Emacs. Mesmo terminais, você pode fazer um "M-x term RET /bin/bash RET" (lembrem-se, "M-x" significa "Esc x" ou "Alt+x" e "RET" é o "Enter"). Isso abre um terminal, do mesmo jeito que um xterm. Abrir outros não é fácil como fazer o comando novamente. Havia um jeito, mas não lembro qual é. Pra "driblar" isso, abro um screen (há uma dica anterior falando dele) dentro do terminal.

Mas, voltando ao que eu estava falando. Bem, poucas linhas, portanto, não é mais desculpa pra não usar o Emacs. C-x C-f e pronto.

Agora, arquivos de configuração ou edição de arquivos como outros usuários. Normalmente, abrir-se-ia um xterm e poderia se usar o sudo, ou "su -", senha e edição - no vi ou no ed, pra ser mais rápido.

Bem, aqui entra um modo do Emacs, chamado "Tramp" e que pode ser baixado em http://ls6-www.cs.uni-dortmund.de/~grossjoh/emacs/tramp.html=

Ele funciona, em princípio, como o ange-ftp, que permite edição de arquivos remotos (puxados via ftp, editados localmente e re-enviados), com algo como "C-x C-f /rbp@muppets:/tmp/arquivo". O tramp tem a mesma filosofia, mas permite conexão usando telnet, rlogin, ou, o que é mais interessant, ssh/scp . Ou, ainda, usando su e sudo. Resultado: resolvemos o segundo problema. Nada de abrir um xterm, su/sudo e vi. Agora basta fazer algo como C-x C-f /r@sudm:root@localhost:/etc/shadow (pra abrir o /etc/shadow usando sudo pro usuário root).

Vale a pena uma olhada...



Veja a relação completa dos artigos de Rodrigo Bernardo Pimentel

 

 

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script