você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

SCSI ainda é a melhor alternativa para usuários de workstations

Colaboração: Andy Scholl

Data de Publicação: 29 de Maio de 1998

A tecnologia Ultra DMA (Direct Memory Access) acaba de ser lançada com a promessa de dobrar a performance de drives e discos rígidos. Mas não é isso que demonstram os benchmarks realizados recentemente nos Estados Unidos: a nova tecnologia oferece um ganho de desempenho inferior a 5% sobre os dispositivos EIDE. Usuários de workstations de alta performance e aplicações intensivas como CAD/CAM, editoração e computação gráfica, que exigem sempre o máximo desempenho de I/O (input/output) do sistema, perguntam: será que a tecnologia SCSI foi superada? A resposta é não. Os testes revelam que o Ultra SCSI continua oferecendo um desempenho superior ao Ultra DMA – e essa diferença de performance se ampliará ainda mais com a próxima geração de drives e discos Ultra2 SCSI. Os hard disks EIDE que incorporam a tecnologia Ultra DMA pretendiam dobrar a taxa máxima de transferência de 16,7 para 33 MB/s. Os testes, no entanto, mais uma vez revelaram uma história um pouco diferente. Rodando em uma workstation Windows NT 4.01 com processador Pentium II de 266 MHz e 64 MB de RAM, os melhores hard drives Ultra DMA são apenas 2,7 % mais rápidos do que a geração anterior de discos ATA DMA Mode 2.** Por que essa tecnologia oferece ganhos de performance tão limitados? Simplesmente porque o padrão ATA continua sendo uma interface de I/O single-threaded, ou seja, com a capacidade de executar só uma tarefa por vez, restringindo o aproveitamento do sistema e a velocidade de transferência de dados, não habilitando portanto o recurso de multitarefa.

O mesmo não acontece com o SCSI, que é multi-threaded, e é capaz de responder a requisições simultâneas de diversos dispositivos. O SCSI organiza a recepção de sinais, otimizando o fluxo de dados e comandos enviados ao barramento. É também uma maneira eficiente de dividir a banda de transmissão do barramento entre todos os dispositivos conectados, possibilitando um throughput de até 80 MB/s. O multi-threading do SCSI não traz benefícios apenas em ambientes com muitos periféricos. Essa tecnologia também permite que diversas requisições sejam processadas ao mesmo tempo em um único aplicativo, automaticamente – de forma a minimizar o tempo total de processamento. O padrão Ultra DMA, por sua vez, não dá suporte a compartilhamento de largura de banda ou enfileiramento de comandos. Isso acontece justamente porque essa tecnologia é single-threaded. O SCSI não se destaca apenas pela sua interface inteligente: ele também apresenta a melhor performance mecânica, rodando a velocidades de até 10.000 RPM. E os discos SCSI de 10.000 RPM são significativamente mais rápidos do que os Ultra DMA. Aliás, nesses testes já citados, o sistema Ultra Wide SCSI obteve performance 68,3% maior em relação ao melhor sistema Ultra DMA disponível.**

Nova geração de periféricos SCSI

A próxima geração Ultra 2 SCSI possibilita dobrar a taxa de transferência máxima do Ultra SCSI para 80 MB/s, fornecendo maior throughput ao sistema. Além disso, ela quadruplica o comprimento máximo dos cabos do Ultra SCSI para 12 metros, aumentando a flexibilidade na expansão de armazenamento externo e na configuração de servidores cluster. Atualmente, apenas drives Ultra 2 de 7200 RPM já estão disponíveis – e drives de 10 000 RPM estarão sendo lançados ainda este ano, oferecendo uma performance ainda maior. Com a disponibilidade atual de drives de 7200 RPMs, o sistema teve uma performance 53,77% maior que o melhor sistema Ultra DMA.** Hoje, os usuários de workstations e servidores equipados com chips Pentium e Pentium II já podem aumentar a performance de suas máquinas utilizando a nova tecnologia Ultra 2 SCSI e a Adaptec é o primeiro fornecedor a oferecer essa tecnologia. O grande benefício do novo padrão é justamente possibilitar o aumento da largura de banda – uma vantagem expressiva principalmente para usuários de servidores de Internet/intranet, vídeo e clustering e de aplicações para workstations como CAD/CAM, análises financeiras e editoração. Outro ponto positivo é que essa tecnologia é totalmente compatível com as versões anteriores do SCSI, o que assegura maior compatibilidade aos usuários, sem dores de cabeça na hora do upgrade. Sistemas baseados no Ultra2 SCSI devem ser lançados ainda este ano por fornecedores do porta da IBM, Dell, Seagate, HP, Compaq, Quantum e Gateway. Empresas de vanguarda tecnológica, como a Intel e a Microsoft, também estão recomendando aos seus clientes o SCSI como a melhor interface para as workstations. Agora, é a sua vez de optar pela tecnologia que oferece maior flexibilidade e alto desempenho para aplicativos de missão crítica que requerem processamento intensivo.

**Todos os testes foram conduzidos com Windows NT Workstation 4.0 rodando em um Pentium 266MHZ com 64 MB de RAM.



 

 

Veja a relação completa dos artigos de Andy Scholl

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script