você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

P2P GiFT OpenFT Gnutella FastTrack (Kazaa)

Colaboração: Paulo A. H. Rodrigues

Data de Publicação: 18 de Agosto de 2004

Para quem usa FreeBSD 5.1 há um ports que utiliza o protocolo FastTrack (permite conexão a rede P2P do Kazaa):

  # cd /usr/ports && make search key=fasttrack
  Port: XNap-2.5.p1
  Path: /usr/ports/audio/xnap
  Info: A pure java napster client; also, supports OpenNap & giFT 
  (FastTrack)
  Maint: lioux@FreeBSD.org
  Index: audio java net
  [...]

Eu uso RedHat 9.0 e obtive e compilei os pacotes do GiFT da seguinte forma:

Origem

Compilação

  $ tar -xvzf giFT-0.11.1.tar.gz
  $ cd giFT-0.11.1 && \
  sh ./configure && make && make check && su -c 'make install'
  $ giFT-setup

(responda 1 para primeira pergunta e de enter para as demais perguntas no final da mensagem o arquivo de configuração gift.conf, compare as diferenças)

  $ tar -xvpzf giFTcurs-0.5.7.tar.gz
  $ cd giFTcurs-0.5.7 && \
  sh ./configure && make && make check && su -c 'make install'
  $ tar -xvzf giFT-FastTrack-0.8.2.tar.gz
  $ cd giFT-FastTrack-0.8.2 && \
  export PKG_CONFIG_PATH="/usr/local/lib/pkgconfig" && \
  sh ./configure ; make && make check && su -c 'make install'

(lembre-se que no RedHat o interpretador de comando sh é um link simbolico para o Bash por isso usei export para declarar a variavel)

  $ ls -lgo ``which sh``
  lrwxrwxrwx 1 4 Jun 24 10:51 /bin/sh -> bash
  $ grep -vE "(#|^$)" ~/.giFT/gift.conf

Inicio do Arquivo

  [main]
  
  setup = 1
  hosts_allow = ALL
  client_port = 1215
  follow_symlinks = 1
  plugins = FastTrack:Gnutella:OpenFT
  
  [download]
  
  incoming = /opt/giFT
  completed = ~/.giFT/completed
  
  [sharing]
  
  max_peruser_uploads = 1
  hide_dot_files = 1
  root = ~/.giFT/shares
  max_uploads = -1
  auto_resync_interval = 86400
  share_completed = 1
  
  [bandwidth]
  
  downstream = 0
  upstream = 3000

Como não uso a porta padrão 1213 sugiro que utilize o seguinte script para a inicialização do giFT e giFTcurs use um usuario que *não* seja o ROOT :

  $ cat ~/bin/gi.sh
  #!/bin/bash
  
  rm ~/.giFT/*/nodes
  rm ~/.giFT/gift.log
  rm ~/.giFT/access.log
  
  /usr/local/bin/giFT -d -v
  
  sleep 2
  /usr/local/bin/giFTcurs --server=127.0.0.1:1215
  # tail -f ~/.giFT/gift.log (se não funcionar)
  

Se for obter a ultima versão dos programas acima via cvs há diversos problemas que devem ser corrigidos, utilize a versão estavel indicada acima tem funcionado bem comigo.

Algumas referencias:



Veja a relação completa dos artigos de Paulo A. H. Rodrigues

 

 

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script