você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

O ipod de 8 bilhões de dólares

Colaboração: Rubens Queiroz de Almeida

Data de Publicação: 12 de julho de 2012

Eu sou um fã das palestras do TED. TED significa Technology, Entertainment, Design. Dentre as milhares de palestras, todas muitissimo interessantes, eu descobri uma particularmente criativa, chamada The $8 billion iPod, apresentada por Rob Reid.

Na palestra ele cita um termo bem interessante, que ele chama A Matemática do Copyright. Segundo esta matemática, apenas para citar um exemplo, as perdas da indústria de entretenimento em geral (cinema, música, etc), é de 58 bilhões de dólares por ano, o que equivale a se perder toda a colheita de milho americana, junto com a colheita de frutas, trigo, tabaco, arroz, sorgo.

Mas porque a palestra se chama O ipod de 8 bilhões de dólares? Para descobrir a razão, leia a transcrição da palestra, em sua tradução para o português.

Você pode também assistir ao vídeo.

O ipod de 8 bilhões de dólares

O recente debate sobre as leis de direitos autorais, como SOPA (Lei de Combate à Pirataria Online), nos Estados Unidos e a acordo ACTA (Acordo Comercial Anticontrafação) na Europa foi muito emocional. E eu acho que algum raciocínio, imparcial e quantitativo poderia realmente contribuir muito para o debate. Eu proponho, portanto, empregar, alistar, o campo de vanguarda dos direitos autorais da matemática sempre que nós abordarmos este assunto.

Por exemplo, bem recentemente a Motion Picture Association revelou que a nossa economia perde 58 bilhões de dólares por ano em roubo de direitos autorais. Bom, em vez de simplesmente discutir sobre esse valor, um matemático de direitos autorais irá analisar e logo descobrirá que este valor poderia ser esticado daqui deste auditório, o caminho todo pela Ocean Boulevard para o Westin, e depois para Marte ... - se usarmos moedas.

Agora, isso é obviamente uma poderosa, alguns diriam perigosamente poderosa, revelação. Mas também é uma revelação moralmente importante. Porque não estamos falando apenas de um valor hipotético no varejo de alguns filmes piratas, mas isto é perda econômica real. Isto é o equivalente à perda na colheita de milho americana inteira junto com todas as nossas colheitas de frutas, como também o trigo, o tabaco, arroz, sorgo -- seja lá o que for sorgo -- perdendo sorgo.

Mas identificar os prejuízos reais para a economia é quase impossível de ser feito sem usar a matemática de direitos autorais. Agora, o rendimento da música caiu cerca de 8 bilhões de dólares por ano desde o advento da Napster. Então, esta é a porção que estamos à procura. Mas o total rendimento de filmes nos cinemas, dos vídeos em casa e sob demanda é alto. E o rendimento da TV, satélite e a cabo, é mais alto ainda. Outros mercados de conteúdo como publicação de livro e rádio também estão altos. Logo, este pequeno pedaço faltando aqui é um enigma.

Dado que os mercados de conteúdo têm crescido de acordo com as convenções históricas, não foi a pirataria que impediu o crescimento adicional, mas a matemática de direitos autorais nos diz que deve ser, portanto, um crescimento inevitável num mercado que não possui convenções históricas -- um mercado que não existia nos anos 90. O que estamos observando aqui é o custo insidioso da pirataria do "ringtone". 50 bilhões de dólares por ano, o que é suficiente, com ringtones de 30 segundos, que poderia esticar daqui aos tempos do Neandertal. É verdade. Eu uso Excel.

A indústria cinematográfica também nos diz que nossa economia perde mais de 370.000 empregos com roubo de conteúdo, o que é muito quando levamos em consideração que em 98, o Departamento de Estatísticas do Trabalho indicou que as indústrias de filme e vídeos empregavam 270.000 pessoas. Outros dados mostram a indústria da música com 45.000 pessoas. Logo, a perda de empregos por causa da Internet e todo aquele roubo de conteúdo, nos deixou, portanto, com um emprego negativo em nossas indústrias de conteúdos. E isto é apenas uma das muitas estatísticas incríveis que matemáticos de direitos autorais têm que lidar todos os dias. E tem pessoas que pensam que a teoria das cordas é difícil.

Este é um número chave para o kit de ferramentas desses matemáticos. É o montante exato de danos que vem às empresas de mídia sempre que uma música com direitos autorais ou filme é pirateada. Hollywood e o Congresso chegaram a este número usando matemática na última vez que sentaram-se para avaliar os danos de direitos autorais e criaram esta lei. Algumas pessoas acham que este número é um tanto alto, mas os matemáticos de direitos autorais, que são lobistas especialistas da mídia estão simplesmente surpresos que isto não aumente a taxa de inflação anual.

Agora, quando essa lei foi aprovada, os melhores MP3 players podiam carregar somente 10 músicas. E foi um grande êxito no natal. Porque, qual o bandidinho que não gostaria de um milhão e meio de dólares em mercadorias roubadas no bolso deles.

Hoje em dia um iPod Classic pode carregar 40.000 músicas, o que significa 8 bilhões de dólares em mídia digital roubada. Ou cerca de 75.000 empregos.

Vocês podem achar essa matemática estranha, mas isso é porque é um campo que é melhor deixar para os especialistas. Então, isso é tudo por agora. Espero os encontrar na próxima vez quando estarei fazendo um estudo igualmente científico e baseado em fatos sobre o custo da pirataria de música pelos alienígenas para a economia dos EU.

Muitíssimo obrigado

Obrigado.



Veja a relação completa dos artigos de Rubens Queiroz de Almeida

 

 

Opinião dos Leitores

Rodrigo
14 Jul 2012, 17:37
Olá Ricardo. Não ficou claro para mim se vc entendeu a ironia do sujeito. Ele está sendo ironico com os números absurdos apresentados pelos "especialistas" da indústria dos direitos autorais. Acredito que a tradução foi feita "um tanto ao pé da letra". Abs
Ricardo
12 Jul 2012, 21:32
Eu viveria bem melhor se não tivesse lido essa materia.
Rodrigo
12 Jul 2012, 10:13
Nossa, fiquei triste em saber que extingui tantos empregos o_O

Vou comprar um cofre e guardar meu computador lá, já que vale tantos bilhões né?

Esses lobistas...
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script