você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Monkey Linux

Colaboração: Rubens Queiroz de Almeida

Data de Publicação: 30 de Outubro de 1998

Uma ótima alternativa para quem quer começar a aprender Unix e não tem um Pentium 300MHZ e toneladas de espaço em disco, conhecimentos avançados de particionamento, etc, etc, uma ótima alternativa é o Monkey Linux.

Esta variante do Linux roda sob uma partição FAT, não requer a reformatação do disco rígido e é facílimo de instalar. Bastam conhecimentos rudimentares do software arj.

O software pode ser encontrado em vários locais pelo mundo afora. A home page oficial do software encontra-se em http://www.spsselib.hiedu.cz/monkey/.

Os disquetes podem ser encontrados no repositório de ftp anônimo da Unicamp no endereço http://ftp.unicamp.br/pub/systems/Linux/distributions/monkey/

A distribuição compreende cinco disquetes:

      mlinux06.arj
      mlinux06.a01
      mlinux06.a02
      mlinux06.a03
      mlinux06.a04

Como pode-se notar, estes disquetes foram criados com o programa ARJ.

Para instalar o Monkey Linux em seu PC, você precisa, é claro, copiar os cinco arquivos para o seu disco rígido e extraí-los em seguida com o comando:

  	arj x -v -y mlinux06 C:\LINUX

O que este comando está indicando é para processar os cinco disquetes sem ficar fazendo perguntas a cada disquete, indicar o que está acontecendo e extrair todo o resultado para o diretório C:\LINUX. IMPORTANTE: Não se esqueça de fazer a extração para o diretório c:\LINUX exatamente como indicado.

Uma vez terminada a execução do programa ARJ, basta ir para o diretório c:\LINUX e inicializar o Monkey Linux:

  cd LINUX
  linux

Dentro do diretório C:\LINUX existe um arquivo batch chamado "linux.bat", que é quem fará a carga do Monkey Linux.

Em sistemas Windows95, eu recomendo fazer o boot com um disquete que tenha o DOS, mudar para o drive C:, diretório LINUX, e só então executar o arquivo batch que carrega o Monkey Linux.

O Monkey Linux suporta conexões a rede, ambiente X e alguns outros softwares que podem ser encontrados em http://ftp.unicamp.br/pub/systems/Linux/distributions/monkey/packages, entre eles o servidor web Apache e Dosemu.

Eu particularmente não configurei nem a conexão a rede nem o ambiente X. Fiz a instalação em um 486/25MHZ com 300MB de espaço em disco, ou seja, sem muito espaço para criatividade.

Mas é isto, o Monkey Linux pode ser usado em computadores antigos, Os requisitos mínimos para instalar o sistema são um computador 386SX, com 4MB de memória RAM, disco rígido de 20MB e placa VGA para configuração do ambiente X Window. É compatível com o que você já tenha e ideal para que você se familiarize com o ambiente Unix. Tem praticamente tudo que você precisa (dezenas de comandos, linguagem perl, TCP/IP, etc.).

Se você não tem o excelente programa ARJ, também não tem problema. Ele pode ser encontrado em http://ftp.unicamp.br/pub/simtel.net/msdos/arcers/arj260x.exe.

Para instalar o ARJ em seu computador basta baixar o arquivo, executar o comando arj260x, responder a algumas poucas perguntas e pronto.



Veja a relação completa dos artigos de Rubens Queiroz de Almeida

 

 

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script