você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Kixtart - Um pouco de inteligencia para o Windows

Colaboração: Rodolfo Broco Manin

Data de Publicação: 03 de Fevereiro de 2004

Talvez o recurso mais interessante do Samba seja o compartilhamento 'homes'. Implementar algo semelhante em servidores Windows é uma tarefa ingrata, visto que a M$ parece não perceber as vantagens do drive 'home' em relação ao perfil ambulante.

Porem, em clientes Windows 9x/Me, "montar" o drive home é um problema, visto que não ha uma variavel de ambiente com o login do usuario como no NT, e o 9x ignora a clausula 'homedir map' do samba.

Para resolver esse e muitos (muitos mesmo) outros problemas, existe um programa freeware chamado Kixtart (http://www.kixtart.org/). O kix é uma linguagem para programação de scripts de login do Windows, que traz uma alternativa com um pouco de inteligencia aos pateticos "CMDs" e "BATs" dos windows.

Usamos o kix para mapear as impressoras dos usuarios de acordo com o departamento onde elas estão, alem de configurar o Netscape Comunicator, de forma que o usuario não precise mexer nas "complexas" opcoes de servidores IMAP/POP/SMTP, pagina default, etc. O kix se encarrega de tudo, e gera um prefs.js totalmente configurado.

Pode ser usado tambem para implementar "workarounds" para funcionalidades que o Samba não implementa - como estabelecer horarios para determinados usuarios usarem as maquinas (funcionalidade que os PCDs windows implementam, mas o Samba não), entre outras.

Pessoalmente, acho uma "mão na roda"! Tenho certeza de que será muito util para todos aqueles que precisam trabalhar com clientes windows, mas não se conformam com ele não ter nada parecido com uma linguagem de script decente.


Licenciamento do SuSE

http://www.linuxdicas.com.br/sections-viewarticle-236.html

Fedora Legacy Project

Colaboração: Helder Jean <<Helder J (a) gmx net>>

Acabei de descobrir o site do Fedora Legacy Project (http://www.fedoralegacy.org), um projeto que visa dar suporte as últimas versões do Red Hat que estavam sendo suportadas (7.2, 7.2 e 8.0), bem como a 9.0 quando esta deixar de receber suporte dia 31 de abril deste ano.

Eles pretendem ficar lançando updates para bugs e falhas de segurança por pelo menos 1 ano e meio (mais que isso vai depender do interesse da comunidade), gratuitamente. Há inclusive opção de se baixar por APT.

É um projeto bem interessante, principalmente para aqueles (meu caso) que estão migrando para outra distro mas que ainda possuem um grande parque de máquinas com Red Hat Linux para atualizar conforme surgem falhas/bugs por aí.



 

 

Veja a relação completa dos artigos de Rodolfo Broco Manin

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script