você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

IV Ensol - Performance de PHP

Colaboração: Rubens Queiroz de Almeida

Data de Publicação: 15 de maio de 2010

Eu participei na semana passada, entre os dias 6 a 9 de maio, do IV Ensol (Encontro Nordestino de Software Livre). O evento foi de altissimo nível, extremamente bem organizado e com um temário fantástico. Tivemos diversos palestrantes nacionais e internacionais. Dentre estes, eu gostei muito da palestra do Rasmus Lerdorf, que é o criador do PHP. O tema da palestra dele foi "PHP Performance", e os originais da palestra estão em http://talks.php.net/show/ensol/0

Ao final da palestra foram feitas algumas perguntas muito interessantes, muitas delas tratando de percepções que o público em geral tem sobre a linguagem PHP. Reproduzo a seguir duas das perguntas, com as respectivas respostas, segundo o meu entendimento.

1. O Java é mais seguro do que o PHP?

Segundo o Rasmus, a segurança não é uma questão da linguagem, e sim do programador. A diferença neste caso entre o Java e o PHP, é que o programador Java normalmente é mais experiente e, por esta razão, produz código mais seguro. Já o PHP, que teve como um de seus requisitos de desenvolvimento a facilidade de uso, a produção de código pode ser feita por pessoas com muito pouca experiência e isto pode levar a códigos mais inseguros. Entretanto, tomando-se as devidas precauções, não existe razão para afirmar que uma linguagem oferece mais segurança do que a outra. Isto não é um bug, é uma característica. O PHP foi feito para fazer com que qualquer, mas qualquer um mesmo, possa criar uma página rapidamente e sem complicação. Mas também não é uma linguagem de brinquedo, e o seu uso em todo tipo de sistema, é uma prova disto.

2. Porque o PHP é tão lento?

Esta pergunta foi demonstrada na palestra. O que ocorre é que na maioria dos casos, o problema de desempenho não está na linguagem, mas em ambientes mal configurados, código que invoca funções desnecessárias, javascript em excesso, configuração inadequada do servidor web e outros fatores. Durante a palestra foram demonstradas diversas situações do tipo e como com pequenas alterações o ganho em performance se eleva substancialmente. Existem sites gigantescos, como por exemplo o Facebook, que possui milhões de usuários, e que usam PHP. Ele citou também serviços na web que analisam páginas PHP e indicam os problemas identificados. Dentre estas tem o YSlow, desenvolvido pelo Yahoo, e o page-speed do Google.

O facebook desenvolveu o programa HipHop-PHP que transforma o código fonte de aplicativos PHP em código C++ otimizado. Esta ferramenta, além da conversão propriamente dita, faz também um diagnóstico do aplicativo, apontando trechos em que existe código irrelevante, mal escrito, etc.

Sem dúvida, esta questão de linguagens de programação é bastante controversa. Comentários são bem-vindos. Mas não se esqueçam de olhar o material da palestra, que vale muito a pena. No site talks.php.net existem dezenas de apresentações interessantes, cobrindo os mais diversos assuntos. Uma mina de ouro.

Ainda vou falar mais sobre o Ensol, me aguardem :-)



 

 

Veja a relação completa dos artigos de Rubens Queiroz de Almeida

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script