você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Introdução ao APLinux Server 1.3 e APADMIN

Colaboração: Rubens Queiroz de Almeida

Data de Publicação: 28 de Junho de 2005

Para quem ainda não conhece o APLINUX Server é uma distribuição LINUX baseada no Debian GNU/Linux. Ele foi projetado e desenvolvido exclusivamente para Servidores de DNS, Servidores de WEB e, principalmente, Servidores de E-Mail.

O Debian GNU/Linux foi escolhido como sistema base, pois possui um inteligente sistema de pacotes, uma política excelente de segurança e conta com mais de 10.000 pacotes espalhados pelos seus repositórios na Internet. Assim sendo, o APLINUX Server possui compatibilidade total com o Debian, é claro, ele é um Debian customizado :-)

FICHA TÉCNICA

  • Nome: APLINUX Server
  • Tipo: Distribuição LINUX
  • Atuação: Servidores de Rede
  • Versão: 1.3
  • Imagem ISO: 228Mb
  • Servidor de E-Mail: Qmail com base de usuários no MySQL + smtp autenticado
  • Servidor de DNS: BIND
  • Servidor WEB: APACHE
  • Anti-Vírus: Clamav

INSTALAÇÃO

A instalação do APLINUX Server é bem simples. Foi desenvolvido um script para automatizar o processo e realizar uma instalação rápida, simples e transparente. Vejamos abaixo alguns passos do processo de instalação.

01) Efetue boot com o cd de instalação na unidade e pressione <ENTER> na tela inicial do boot do loader. O sistema será carregado e a tela inicial do instalador será apresentada.

02) Pressione <ENTER> para prosseguir.

03) A próxima tela apresenta a licença do APLINUX Server (GPL) e solicita uma confirmação de conformidade.

04) Em seguida, o instalador avisa que o HD será formatado e todos os dados gravados serão perdidos. Pressione <ENTER> para prosseguir.

05) Após a formatação do disco e a criação automática das partições serão solicitadas algumas informações para configuração do servidor. São elas: Nome do Servidor, Domínio de Internet, Endereço IP, Máscara de Sub-Rede, Gateway e Endereço IP da estação que poderá acessar o APAdmin (ferramenta de administração via browser do APLINUX Server) remotamente.

06) Em seguida, o instalador realiza a instalação dos arquivos do sistema no disco rígido.

07) Para concluir, serão solicitadas as senhas para o superusuário root e para o usuário postmaster (administrador do domínio de correio). A senha do superusuário root, servirá também como senha do usuário root do MySQL e para o usuário apadmin (usuário do APACHE utilizado para acesso ao APAdmin).

08) Em seguida o instalador gera o initrd e grava o boot loader (GRUB) no MBR.

09) Pronto! O APLINUX Server está instalado.*

* Em um Pentium III com 256Mb de RAM e HD de 80Gb a instalação demorou por volta de 6 minutos.

PÓS-INSTALAÇÃO

Após o primeiro boot pós-instalação, seu servidor está pronto para atuar em ambiente de produção. É isso mesmo, você tem um servidor instalado e configurado para atuar como MX das suas contas de correio, como servidor de dns primário do seu domínio Internet e como servidor de sites. Para garantir uma maior segurança, devemos atualizar os pacotes do sistema base logo após a instalação. Para isso, usamos os comandos abaixo na console do servidor.

  apt-get update
  apt-get dist-upgrade

Após finalizada a atualização, basta acessar o APAdmin e iniciar a administração do seu servidor. Vá até a estação que foi designada no momento da instalação, abra o browser (de preferência Firefox :-)) e digite na barra de endereços o que segue abaixo.

  http://ipdoaplinuxserver/

Neste momento serão solicitados um nome de usuário e uma senha. Você deve utilizar apadmin e a senha do root, respectivamente.

A partir deste momento, você não precisará mais da minha ajuda :-). As telas do APAdmin são bem intuitivas. Você poderá adicionar uma nova placa de rede ao sistema, alterar o resolvedor, alterar o nome do servidor, criar/excluir/alterar domínios de correio, criar/excluir/alterar domínios de Internet (BIND), criar/excluir/alterar sites (virtualhosts) no APACHE, criar/excluir/alterar usuários de correio, definir configurações do MTA, visualizar os principais arquivos de log, utilizar ferramentas de teste de rede, realizar backup online das configurações e dados do servidor, entre outras opções.

Se por algum motivo você não conseguir acessar o APAdmin, você pode alterar as configurações da interface via console através do arquivo que segue abaixo.

  mcedit /etc/apadmin/apadmin.conf

O arquivo está escrito em português e suas opções estão bem explicadas.

IMPORTANTE: O APAdmin, diferentemente do APLINUX Server, não está sob a licença GPL e seu código fonte é fechado. Ele não pode ser alterado e nem distribuído, sem autorização por escrito do seu criador (Alexandre Pedroso).

CONSIDERAÇÕES FINAIS

O APLINUX Server e o APAdmin foram desenvolvidos para facilitar a instalação e a manutenção em servidores de e-mail, dns e web. Além disso, a idéia do Projeto é encorajar até os administradores mais céticos a migrarem seus servidores para sistemas LINUX. Ele é uma prova real de que, tamanha a liberdade proporcionada pelo LINUX, esse sistema é capaz de se tornar mais simples e mais fácil do que qualquer outro, bastando apenas conhecê-lo. Então não perca mais tempo e faça do APLINUX Server a sua porta de entrada para o mundo LINUX!

INFORMAÇÕES ADICIONAIS



Veja a relação completa dos artigos de Rubens Queiroz de Almeida

 

 

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script