você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Integrando Evolution com navegadores no KDE

Colaboração: Mauricio Teixeira

Data de Publicação: 31 de Março de 2005

Algumas pessoas utilizam o Evolution como leitor de e-mail, e o KDE como gerenciador de janelas. Esse é o caso principalmente no ambiente corporativo. Como o Evolution foi criado com uma forte integração ao Gnome, algumas coisas não funcionam facilmente. O caso mais notável é o de links para sites em mensagens.

Se o usário chamar o Evolution a partir de um terminal, ler um e-mail e clicar em um link dentro dele, vai perceber a seguinte mensagem (no terminal):

  (evolution-2.0:8829): evolution-mail-WARNING : gnome_url_show: Ocorreu um erro ao iniciar o comando padrão de ação associado a este local.

Para resolver esse problema e conseguir abrir o seu navegador favorito, basta executar os seguintes comandos:

  gconftool-2 --set --type=string /desktop/gnome/url-handlers/http/command 'firefox %s'
  gconftool-2 --set --type=string /desktop/gnome/url-handlers/https/command 'firefox %s'
  gconftool-2 --set --type=string /desktop/gnome/url-handlers/mailto/command 'evolution %s'

O primeiro e o segundo comando fazem com que o Evolution abra links HTTP e HTTPS (respectivamente) utilizando o Firefox. Você pode alterar e usar o seu navegador favorito (mozilla, konqueror, epiphany, etc).

O terceiro comando faz com que os navegadores Firefox e Mozilla entendam que ao clicar em links mailto: eles devam abrir o Evolution.

Por outro lado, se quiser que os aplicativos KDE entendam que você prefere utilizar o Evolution, basta abrir o Centro de Controle do KDE (kcontrol), entrar em Componentes do KDE e depois Seletor de Componentes. Lá, selecione Cliente e E-mail e marque Usar um cliente de e-mail diferente. Na caixa de texto que habilitou logo abaixo, escreva evolution %s. Agora basta clicar em Aplicar.

Apenas uma observação. Só precisamos utilizar o gconftool-2 quando não temos instalado o Centro de Controle do Gnome. Em algumas distribuições a instalação desse simples aplicativo pode exigir uma quantidade de outros pacotes dependentes que torna desinteressante o seu uso.

As configurações desta dica foram testadas em um Conectiva Linux 10 com Evolution 2.0 e KDE 3.3.2 (não oficial).



 

 

Veja a relação completa dos artigos de Mauricio Teixeira

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script