você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Instalação do Webmin no Slackware Linux

Colaboração: Sérgio Abrantes

Data de Publicação: 26 de Abril de 2009

Webmin é um sistema desenvolvido em Perl que tem como objetivo a administração de sistemas Unix/Linux através de uma interface web, dispensando o uso de comandos para gerenciamento do sistema em geral. Possui suporte a várias línguas, inclusive o Português.

Vejamos abaixo alguns exemplos de suporte que o Webmin possui:

  • Sistema: alterar senhas de usuários, agendar comandos, configurar inicialização, fazer backup, visualizar logs, rotacionamento de logs, instalar/desinstalar pacotes, verificar processos em uso, ler páginas de manual, quotas de disco, fstab, criar/editar/remover usuário e grupos do sistema;

  • Servidores: Samba, CVS Server, Sendmail, Fetchmail, Postfix, ProFTPD, Procmail, SSH, Squid, Apache, DHCP, DNS BIND, MySQL, Squid, Webalizer LDAP, PostgreSQL, QMail, WU-FTP, Shoreline Firewall, SpamAssassin, IPsec, Kerberos5, OpenSLP;

  • Rede: ADSL client, Bandwidth Monitoring, Configuração de rede, NFS, Firewall iptables, TCP Wrappers;

  • Hardware: Administração de impressoras, LILO, gravação de CD, partições de discos, RAID, Time sys;

  • Cluster: Change passwords, copy files, cron jobs, shell commands, software packages, usermin server, users and groups;

  • Outros: Executar comandos no Linux, gerenciar arquivos como editar / renomear / salvar / copiar / criar novo / visualizar, logar com ssh ou telnet, editar o php.ini, módulos perl, adicionar um .htaccess a algum diretório web, monitorar servidores e enviar ou fazer download de arquivos para o servidor.

Download do Webmin

Como existe apenas um pacote no site oficial do Webmin para Red Hat, Fedora, CentOS, SuSE, Mandrake Linux, Debian, Ubuntu e Windows, utilizaremos o pacote no formato tar.gz.

Atualmente ele está na versão 1.460 e pode ser obtido no endereço abaixo:

  # wget http://prdownloads.sourceforge.net/webadmin/webmin-1.460.tar.gz

Instalação do Webmin

Agora que já estamos com o pacote, vamos descompactar com o seguinte comando:

  # tar xvfz webmin-1.460.tar.gz

Após descompactar, vamos entrar na pasta que ele criou:

  # cd webmin-1.460

E finalmente instalar com o comando:

  # ./setup.sh /usr/local/webmin

Após executar, ele perguntará algumas coisas.

  ****************************************************
  *         Welcome to the Webmin setup script, version 1.460         *
  ****************************************************
  Webmin is a web-based interface that allows Unix-like operating systems and
  common Unix services to be easily administered.
  
  Installing Webmin from /root/webmin-1.460 to /usr/local/webmin ...
  
  ****************************************************
  Webmin uses separate directories for configuration files and log files.
  Unless you want to run multiple versions of Webmin at the same time you can
  just accept the defaults.
  
  Config file directory [/etc/webmin]:

Aqui ele está perguntando onde ficará o diretório de configuração. Caso queira esse mesmo, apenas pressione enter.

  Log file directory [/var/webmin]:

Agora ele está perguntando quanto o diretório de log. Caso queira esse mesmo, apenas pressione enter.

  ****************************************************
  Webmin is written entirely in Perl. Please enter the full path to the Perl
  5 interpreter on your system.
  
  Full path to perl (default /usr/bin/perl):
  
  Nessa epata aperte enter, pois se for alterado pode não funcionar.
  
  Testing Perl ...
  Perl seems to be installed ok
  
  *****************************************************
  Operating system name: Slackware Linux
  Operating system version: 12.0.0
  
  *****************************************************
  Webmin uses its own password protected web server to provide access to the administration programs. The setup script needs to know :
  - What port to run the web server on. There must not be another
    web server already using this port.
  - The login name required to access the web server.
  - The password required to access the web server.
  - If the webserver should use SSL (if your system supports it).
  - Whether to start webmin at boot time.
  
  Web server port (default 10000):

Ele perguntará a porta que o webmin estará escutando. O padrão é o valor acima, 10000. Caso queira mudar, fique a vontade. Eu por exemplo utilizo a porta 443. Por quê? Para poder acessar de qualquer lugar, pois é muito difícil a porta 443 (https) estar bloqueada em empresas. Já a 10000 depende da política de cada empresa quanto a segurança.

  Login name (default admin):

Aqui ele pergunta o o login do webmin. Fique a vontade para alterar também.

  Login password:

Coloque a senha.

  Password again:

Repita a senha.

  The Perl SSLeay library is not installed. SSL not available.
  Start Webmin at boot time (y/n):

Coloque y para iniciar quando o Linux for iniciado também.

Agora é só esperar ele finalizar a instalação.

Removendo o Webmin

Caso você queira remover o webmin, execute o seguinte comando:

  # /etc/webmin/uninstall.sh

Isso assumindo que você não alterou o diretório de configuração na instalação. Caso tenha alterado, modifique o comando para:

  # seu_dir_de_conf/uninstall.sh

Assim ele faz toda a remoção do software.

Conclusão

O Webmin é sem sombra de dúvidas uma excelente ferramenta para administração, mas para quem é acostumado a fazer tudo na unha, talvez prefira não utilizá-lo. Não quero entrar nesse mérito, vou deixar a critério de cada um, mas certamente será uma mão na roda para usuários iniciantes do Slackware.

Mais informações no site do próprio webmin: http://www.webmin.com/



Veja a relação completa dos artigos de Sérgio Abrantes

 

 

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script