você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Imagens RAW no GNU Linux, sem mistérios

Colaboração: Bruno Buys

Data de Publicação: 05 de Maio de 2006

Há um consenso em torno da idéia de que o formato de arquivos RAW é melhor do que o JPG, para uso avançado ou profissional. Isso ocorre assim porque o RAW acondiciona a informação fotográfica captada pelo sensor CCD da câmera com interferência mínima, ao contrário do JPG, que aplica algumas transformações nos dados e descarta informação, para obter uma boa taxa de compressão.

Uma analogia que ajuda a entender melhor isso é a do filme em negativo, em câmeras tradicionais. Ele precisa ser revelado, para mostrar uma imagem, da mesma forma que o RAW precisa ser processado. Tanto no negativo tradicional quanto no RAW, é possível interferir bastante no resultado final durante a etapa de processamento pós-captura.

No GNU/Linux existem algumas ferramentas interessantes para tratamento de imagens RAW. O dcraw, do Dave Coffin (http://www.cybercom.net/~dcoffin/dcraw) é a escolha mais acertada para a tarefa, e é também a base para várias outras. O dcraw é um software livre, capaz de entender e converter o formato RAW de cerca de 200 câmeras, em sua versão atual, a 8.10. Ele converte uma imagem RAW para ppm, que depois pode ser novamente convertida para jpg, após o tratamento.

Recentemente uma revista brasileira dedicada ao GNU/Linux, em uma matéria sobre fotografia digital, praticamente recomendou aos seus leitores a não-utilização do RAW, "já que a conversão para formatos de arquivos mais comuns dá um bom trabalho". Não creio que seja a melhor política, uma vez que o RAW é fundamental para a profissionalização do fotógrafo, para que possamos consolidar um conjunto de softwares livres profissionais na área de editoração e fotografia (onde programas proprietários dominam), ou simplesmente para extrair o melhor que a sua câmera possa dar.

Então mãos à obra:

A instalação no Debian GNU/Linux nada mais é do que:

  apt-get install dcraw

(isso porém, não instala a versão mais recente. É necessário compilar os fontes, para isso)

O dcraw é a base para o desenvolvimento de outros softwares, como o ufraw (http://ufraw.sourceforge.net), do Udi Fuchs, que tem uma interface gráfica, mais fácil para o dia-a-dia. Ele está disponível como 'standalone' ou como plugin para o GIMP, permitindo a importação de arquivos RAW. Com pré-visualização dos resultados e uma implementação (embora rudimentar) de gerenciamento de cores, o ufraw até o momento me parece a melhor opção na área.

No Debian:

  apt-get install gimp-ufraw

OBS - Se você só vai usar o UFRAW, não é necessário instalar o dcraw, uma vez que o UFRAW já o traz incorporado.

O dcraw funciona na linha de comando, e permite executar trabalhos em scripts facilmente. Porém, não possui visualização da imagem. O ufraw é mais recomendado para abrir fotos uma a uma e aplicar alguns tratamentos, como balanço de branco e perfis de cor, seja como 'standalone' ou como plugin para o GIMP.

Simplificando a vida:

Uma boa idéia também é instalar o exiftool, para ter acesso aos metadados que os arquivos de imagem guardam (http://www.sno.phy.queensu.ca/~phil/exiftool). Dica sobre o exiftool em http://www.dicas-l.com.br/dicas-l/20051208.php.

A dica http://www.dicas-l.com.br/dicas-l/20060113.php mostra como usar o exiftool para extrair a miniatura (uma miniatura jpg está presente em cada arquivo raw) das imagens, a partir do seu gerenciador de arquivos, podendo ser feito para vários arquivos ao mesmo tempo.

Depois que você estiver familiarizado com o formato RAW, poderá até dar um pulo em http://www.openraw.org/info para se informar sobre a movimentação em prol de um formato RAW aberto!

Mais novidades sobre fotografia no meu saite, http://gigante.homelinux.org.

Feliz hacking e boas fotos!


Pergunte ao Google

Pergunte ao Google: what is more evil than the devil himself e veja no que dá logo na primeira posição :-)



 

 

Veja a relação completa dos artigos de Bruno Buys

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script