você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens Programação Shell Linux: Inscrições Abertas

Gráfico de utilização de link com bandwidthd

Colaboração: Smailli Hemori Moraes

Data de Publicação: 23 de Novembro de 2006

O bandwidthd atua coletando informações das interfaces de rede e gerando relatórios web para acompanhamento de utilização da largura de banda disponível.

Instalação

Configuração

Edite o arquivo de configuração que encontra-se em /usr/local/bandwidthd/etc/bandwidthd.conf

#Redes que o bandwidthd irá analisar
subnet 192.168.1.253/24
subnet 172.16.1.253/24
subnet 200.200.200.200/28

#Interface de saída
dev "eth0"

Inicialização

Crie um shell script chamado bandwidthd em /etc/init.d com o seguinte conteúdo

#!/bin/sh
# $Id: bandwidthd - Smailli Hemori Moraes ice_blue@oscara.com.br
#
# bandwidthd    Script de inicializacao do bandwidthd.
#
# chkconfig: 2345 12 89
# description: Analise de trafego
# pidfile: /var/run/bandwidthd.pid

# Source function library.
. /etc/rc.d/init.d/functions

# Source networking configuration.
. /etc/sysconfig/network

# Check that networking is up.
[ ${NETWORKING} = "no" ] && exit 0
BANDWIDTHD=/usr/local/bandwidthd/bandwidthd
RETVAL=0
prog="bandwidthd"

start() {
# Start daemons.
echo -n $"Starting $prog: "
daemon /usr/local/bandwidthd/bandwidthd
RETVAL=$?
echo
[ $RETVAL -eq 0 ] && touch /var/run/bandwidthd.pid
return $RETVAL
}
stop() {
# Stop daemons.
echo -n $"Shutting down $prog: "
killproc bandwidthd

RETVAL=$?
echo
[ $RETVAL -eq 0 ] && rm -f /var/run/bandwidthd.pid
return $RETVAL
}

# See how we were called.

case "$1" in
start)
start
;;
stop)
stop
;;
restart)
stop
start
RETVAL=$?
;;
status)
status $BANDWIDTHD
RETVAL=$?
;;
*)
echo $"Usar: $0 {start|stop|status}"
exit 1

esac

exit $RETVAL

Adicione o script na inicialização do sistema

# chkconfig --add bandwidthd

Inicie o bandwidthd

# service bandwidthd start

www.oscara.com.br/ice


Uma experiencia com o Anti-Spam, ASSP (Anti-Spam SMTP Proxy)

Fonte: Notícias Linux

Não tem nada mais chato que controlar spam, eu usava o postfix em conjunto com o MailScanner, mas não é tarefa fácil para qualquer servidor, os processos são lentos e longos, o processamento do servidor é duplicado, quando vi a noticia do underlinux sobre o ASSP não pensei duas veses, ainda mais que o tutorial foi feito pelo howtoforge.com.

Como o ASSP é feito em Perl, tive que instalar vários módulos no meu debian, no tutorial a instalação dos módulos perl foram via cpan, mas como eu uso DEBIAN, resolvi o problema via apt-get mesmo, que é muito mais rápido.

Link: http://e-ti.blogspot.com/2006/11/uma-experiencia-com-o-anti-spam-assp.html



Veja a relação completa dos artigos de Smailli Hemori Moraes