você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Gnu Linux Versus NT

Colaboração: Rubens Queiroz de Almeida

Data de Publicação: 01 de Julho de 1999

A comparação de sistemas Linux com NT realmente é um assunto polêmico.

Deixando a polêmica de lado, vamos analisar alguns fatos que ocorreram recentemente que podem nos fornecer elementos mais objetivos quando ao desempenho dos dois sistemas.

Em teste realizado pela empresa MindCraft, o Windows NT bateu longe um sistema Linux com RedHat Linux. O estudo foi encomendado pela própria Microsoft e concluiu que o Windows NT Server 4.0 é 2.5 vezes mais rápido que o Linux como um servidor de arquivos e 3.7 vezes mais rápido como um servidor Web.

No site da Microsoft, no endereço http://www.microsoft.com/NTServer/nts/news/msnw/nt4vLinux.asp encontram-se os resultados do teste.

Este teste gerou uma grande polêmica, como não podia deixar de ser. A comunidade Linux reclamou que um sistema NT altamente afinado foi posto para competir com um Linux instalado sem nenhum ajuste. No site da ZDNet encontra-se um análise deste estudo, comentando os pontos fracos da pesquisa da Mindcraft. Este artigo pode ser encontrado em http://www.zdnet.com/pcweek/stories/news/0,4153,1014383,00.html

Foi então acertado um outro benchmark, pela revista PCWeek. Neste benchmark estavam presentes representantes da Microsoft e da RedHat. Ainda assim o desempenho do Windows NT foi melhor. Este benchmark, além de realmente comprovar que o NT possui desempenho melhor nas áreas avaliadas, também serviu para mostrar à comunidade de desenvolvedores Linux quais são os pontos fracos do sistema e traçar um plano para onde devem ser direcionados os esforços de desenvolvimento futuros.

Os testes duraram cinco dias e foram auditados pela MindCraft, Microsoft e RedHat. A margem de vitória foi menor do que a obtida nos testes da MindCraft.

Maiores detalhes sobre este segundo teste podem ser encontrados em http://www.zdnet.com/pcweek/stories/news/0,4153,1015266,00.html no artigo intitulado "PC Week Lab´s Test show what Path Linux must take".

A grande diferença entre a comunidade de código aberto e fechado é que, como já dito, uma vez identificadas as fraquezas demonstradas pelos testes, um grande esforço está sendo feito para corrigir os problemas. Os sistemas abertos, como Linux e FreeBSD, além de contar com os 30 anos de vida do Unux, são, como a própria Internet, mecanismos auto-ajustáveis. Adaptam-se com rapidez e estão continuamente melhorando.

Recentemente eu relatei nesta lista alguns testes feitos com transferência de arquivos via FTP utilizando dois sistemas: Linux em um 486/DX66, com 32 MB de memória e um Pentium 200/MMX com 64MB de memória, com Windows NT server versão 4.0. A transferência foi significantemente mais rápida no sistema Linux, isto tudo sem levar em conta a enorme diferença de poder computacional dos dois equipamentos.

Recebi várias mensagens, algumas iradas, outras elogiosas. Recebi também várias sugestões. Uma delas foi realizar o teste novamente utilizando o programa wget. Este programa está disponível nas duas arquiteturas e poderia servir como uma base mais confiável para o teste. Outra sugestão foi fazer a gravação no dispositivo nulo do NT e do Linux, isto para eliminar do contexto o tempo de I/O. Desta forma ficaria computado apenas o tempo efetivamente gasto na transferência dos dados.

O dispositivo nulo do Linux é /dev/null. Em WindowsNT o dispositibo equivalente chama-se "nul".

No NT a sintaxe do comando foi:

  wget -O null ftp://ftp.unicamp.br/pub/dicas-l.zip

No Linux a sintaxe do comando foi:

  wget -O /dev/null ftp://ftp.unicamp.br/pub/dicas-l.zip

Os dados obtidos neste teste estão incluídos abaixo. Foram feitas dez medições em cada sistema. :WindowsNT

  12:45:25 (631.78 KB/s) - `nul' saved [2587767]
  12:46:22 (631.78 KB/s) - `nul' saved [2587767]
  12:46:22 (631.78 KB/s) - `nul' saved [2587767]
  12:46:47 (631.78 KB/s) - `nul' saved [2587767]
  12:47:05 (631.78 KB/s) - `nul' saved [2587767]
  12:47:20 (631.78 KB/s) - `nul' saved [2587767]
  12:47:34 (505.42 KB/s) - `nul' saved [2587767]
  12:51:17 (631.78 KB/s) - `nul' saved [2587767]
  12:51:49 (631.78 KB/s) - `nul' saved [2587767]
  12:52:24 (631.78 KB/s) - `nul' saved [2587767]

:Linux

  09:45:29 (711.26 KB/s) - `/dev/null' recebido [2587767]
  09:45:48 (751.00 KB/s) - `/dev/null' recebido [2587767]
  09:46:10 (719.98 KB/s) - `/dev/null' recebido [2587767]
  09:46:22 (779.25 KB/s) - `/dev/null' recebido [2587767]
  09:46:34 (736.12 KB/s) - `/dev/null' recebido [2587767]
  09:46:45 (724.31 KB/s) - `/dev/null' recebido [2587767]
  09:46:56 (720.59 KB/s) - `/dev/null' recebido [2587767]
  09:47:07 (706.69 KB/s) - `/dev/null' recebido [2587767]
  09:47:18 (684.30 KB/s) - `/dev/null' recebido [2587767]
  09:47:35 (661.90 KB/s) - `/dev/null' recebido [2587767]

Este teste é exatamente isto, um teste de transferência de arquivos utilizando FTP. Mais nada. A máquina Linux teve uma performance em média 15% superior. Este valor é claro não é o correto para uma avaliação de desempenho visto a enorme diferença entre os dois equipamentos.

Numa outra linha, bastante diferente de testes realizados em laboratório, temos o depoimento de Quinn P. Coldiron, administrador de sistemas que vivenciou a experiência de ter que manter um sistema de uma gráfica universitária utilizando WindowsNT e Linux. Não vou duplicar aqui os resultados por ele obtidos. O artigo integral encontra-se em http://citv.unl.edu/linux/LinuxPresentation.html As suas conclusões são bastante interessantes, visto relatarem com bastante clareza a razão de sua opção por Linux como o principal servidor de sua rede. Uma das razões, é claro, diz respeito a custo e suporte Em seu documento existe um quadro comparativo listando quanto gastou com cada um dos sistemas.

E finalmente, gostaria de chamar a atenção de todos para o excelente artigo escrito por Eduardo Maçan, onde relata o uso de Linux na educação. Como citado no artigo, o México é pioneiro nesta iniciativa e está tocando um programa de âmbito nacional de adoção de Linux nas escolas. O programa tem como objetivo informatizar 140.000 excolas de ensino médio e fundamental no país em um prazo de cinco anos e criar a rede nacional de ensino. O artigo, para quem ainda não leu, encontra-se em http://www.revista.unicamp.br/revista/infotec/linux/linux.html e chama-se "Linux: em casa, na escola e no trabalho".

Mas antes de encerrar, gostaria de citar que acho polêmicas saudáveis. Toda unanimidade é burra. Felizmente vivemos em um país onde podemos nos expressar. Estou colocando aqui a minha opinião e de vários outros. Se ainda não deu para notar, eu sou claramente tendencioso com relação a sistemas Unix. Desde 1990 trabalho com os mais variados tipos de sistemas Unix e considero-me muito satisfeito com suas potencialidades.



 

 

Veja a relação completa dos artigos de Rubens Queiroz de Almeida

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script