você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Gnu Linux no Governo Gaúcho

Colaboração: Rubens Queiroz de Almeida

Data de Publicação: 03 de Agosto de 1999

Estou divulgando aqui, na integra, uma newsletter da empresa Core Technologies, especializada em Linux e computação móvel.

Este artigo aborda a questão do uso do Linux e softwares de código aberto pelo governo do Rio Grande do Sul. A exemplo do governo mexicano, que já conduz um projeto nesta linha, o RS também está conduzindo estudos para a adoção em larga escala do Linux.

O artigo, embora bastante longo, é muito interessante e vale a pena ser lido.


Extra! Extra! Extra! Este Core News é uma edição extraordinária leiam e vejam porque a pressa :)

Mais detalhes amanha no final da tarde no web site.

1999.07.28 Governo do Rio Grande do Sul pioneiro no uso de Linux

Esta notícia estamos divulgando com exclusividade, dentro em breve vai aparecer em um monte de outros lugares mais famosos do que o Core News, mas vocês terão a satisfação de ter ficado sabendo primeiro. Esta notícia tem importância nacional, talvez a primeira grande notícia que o Core News tem a trazer.

Mais uma vez lembrando nossa política de divulgação, se você for republicar esta notícia em outro canal, lembre-se de identificar a fonte (O Core News) e a URL para o Site onde as notícias são publicadas na Web (http:thecore.com.br) para que a gente possa ter algum crédito pelo nosso trabalho também :)

O Governo do Rio Grande do Sul e o PROCERGS (Cia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul) dão o passo à frente e começam a criar um consórcio de empresas estatais para avaliar, viabilizar e difundir o uso de Free Software pelos três poderes do estado, bem como na Educação. Isso é na minha opinião uma data histórica.

Este é um exemplo que deveria ser seguido e mostra claramente que ainda existem pessoas e grupos dentro da vida pública deste país que se importam com os valores nacionais e com a otimização dos serviços e da aplicação do dinheiro do contribuinte. Todo indivíduo que nasce e compra uma chupeta paga imposto, ou pelo menos os pais dele pagam, então essa é uma notícia a ser comemorada por todos, não apenas por aqueles que têm envolvimento com Software Livre, ou mesmo informática.

Vai haver uma reunião oficial que incluirá representantes de empresas públicas gaúchas, de sociedades civis e domeio acadêmico. Fui convidado a participar e espero poder estar presente à reunião.

O texto na íntegra da carta convite aos participantes, e uma relação dos convidados a participarem da Reunião estará disponível em http:thecore.com.br/artigos/RS-PROCERGS.html bem como na edição extra do Core News enviada aos assinantes por e-mail. Por enquanto este e-mail ainda é o único registro do fato.

1999.07.28 Entrevista com Ronaldo C. Lages, do PROCERGS.

Segue a entrevista que fiz via ICQ com Ronaldo C. Lages, 39 anos, Técnico em computação e Coordenador do projeto Sistemas Abertos do PROCERGS (Cia. de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul).

Esta entrevista foi feita usando gnome-icu como cliente de ICQ, rodando em Linux em 28/07/1999.

CoreNews> Como surgiu o projeto de Free Software da Procergs? E quais seus objetivos?

Lages> O Projeto surgiu de uma idéia por mim enviada em fevereiro à Diretoria Técnica (DTEC) da PROCERGS. Era um rascunho propondo a criação de um GT para avaliar o fenômeno que vinha por aí. Em abril fui convocado para coordenar o projeto, mesmo sem ninguém para colaborar.

O Projeto defende a tese de inapropriação da inteligência alheia, ou seja: que o esforço intectual seja socializado. Desta forma, o desenvolvimento de software deve buscar a valorização do serviço de atendimento e suporte, deixando a programação em si para trabalhos de contante aprimoramento pelas pessoas ou grupos.

CoreNews> E como a PROCERGS se envolveu com Linux e Free Software?

A PROCERGS se envolveu com Linux com a criação do Servidor Internet, o Via-RS, logo da liberação pela Embratel. Mas foram gradativamente substituídas por FreeBSD. As máquinas Linux eram meros agentes secundários em tarefas muito especÎficas.

O SO inicial era AIX da IBM.

CoreNews> E por que o retorno ao Linux?

Lages> O retorno ao Linux não está certo, existem resistências que defendem a melhor performance e suporte do FreeBSD.

CoreNews> Nao sei até onde isso se verifica, muita gente afirma que ambos são tão bons quanto, uns que o FreeBSD é melhor e outros que o Linux é Melhor. O fato é que qualquer um dos dois é tecnicamente bem melhor do que qualquer produto Microsoft da atualidade e ambos são de livre distribuição. :)

Lages> Concordo e somente os técnicos em NT rejeitam esta idéia.

CoreNews> E qual a motivação do governo do estado em apoiar esta proposta?

Lages> A motivação do Governo é conseqüência da posição da PROCERGS no Estado. Ela tem a primazia de definir as políticas de informática pública e tem status de secretaria perante o Gabinete do Governador. As razões para se impulsionar essa "filosofia" está naquela justificativa inicial que coloquei, a não apropriação lucrativa da inteligência alheia.

Vou repetir o que disse no início. Defendemos que a inteligência na elaboração de um software de uso público, ou seja, que possa ser usado por inúmeras pessoas, não deva ser apropriado lucrativamente por um ou poucos, faturando em cima do que pouco contribuiu, talvez somente em marketing.

O desenvolvimento de software é uma cadeia de aprimoração constante e deve-se evitar o reesforço intelectual. O código-fonte aberto propõe essa melhoria.

CoreNews>Voce quer dizer que o projeto visa implantar nao apenas software, mas a filosofia de desenvolvimento aberto dentro das areas tecnicas do governo, certo?

Lages> Certissimo! O negócio é convencer esses técnicos.

CoreNews> Quais as vantagens que a PROCERGS vê no uso de linux e software livre ao invés de software proprietário?

Lages> As vantagens que vemos são inúmeras. Temos o apoio da Secretaria de Ciência e Tecnolgia nesta visão. O principal é a drástica redução de custos para um Estado que possui sérias restrições orçamentárias e precisa se aproximar do cidadão como instrumento de controle e participação popular.

Os três poderes sofrem de dificuldades, mas pessoalmente o legislativo e o judiciário levam boa parte do bolo. Para eles, ofertas oportunistas fazem mais efeito que outras racionalmente elaboradas. Tem a questão política também. O nosso Governo tem uma visão socialista das suas funções. Não acredita num Estado que sirva aos interesses dos grupos privilegiados ou multinacionais. Portanto, é contra o monopólio. O free software oferece outra perspectiva: a valorização do trabalho técnico de cada um, deixando de faturar em cima de algo que vários desenvolveram e aperfeiçoaram.

Lages> Na educação está nossa maior oportunidade de se criar jovens conhecedores de como as coisas acontecem nos computadores.

CoreNews> Sim, isso e' bem o que eu pretendia incentivar com aquele artigo (o Linux em casa na escola e no trabalho: http:thecore.com.br/artigos).

Lages> Isto mesmo! Precisamos formar técnicos e profissionais que entendam do metiê (acho que é assim). Certamente, dentre a piazada, surgirão aqueles geniozionhos que farão a revolução tecnológica do nosso País.

CoreNews> Alias, este projeto (ou movimento, podemos até chamar assim) está sendo plantado apenas no RS ou voce sabe de outros similares em outros estados?

Lages> Nossa meta já ultrapassou nossas fronteiras, mas ainda é muito cedo para comentar. Temos uma Lista de Discussão que possui gente de vários cantos (PE, SP, RJ, MG, SC). No encontro da SBPC aqui em Porto Alegre, fizemos o registro disso para vários secretários de Ciência e Tecnologia, inclusive o MCT.

CoreNews> Recentemente foi divulgada a noticia que o Ministro Bresser estaria destinando recursos ao desenvolvimento do Linux, voce chegou a ter mais informacoessobre isso?

Lages> Fiquei sabendo e publiquei na LD. A notinha saiu num canto da Veja. Estamos buscando mais informações através da SCT (Secretaria de Ciência e Tecnologia). O Mário fez contato com a Unicamp e USP e não conseguiu nada.

CoreNews> Provavelmente o centro de tecnologia de Campinas que eles citam deve ser o CTI ou o CPQD. TAlvez (menos provavel) o Softex 2000.

Lages> Talvez. O importante é que sinalizamos outros estados e o ministério.

CoreNews> E como voce imagina que sera a reacao do governo do estado a este projeto? Voces tem carta branca para implantar os projetos de voces? Ou isso precisa passar por revisoes e aprovacoes, etc? Voce imagina que em breve teremos um uso mais difundido de Free Software no governo do RS? (em breve = ano que vem, p ex)

(PAUSA)

Lages> Onde estávamos?

CoreNews> Eu perguntei se voces tem carta-branca para implementar estas novas politicas ou se é necessario um trabalho burocratico... em suma a pergunta era: "podemos esperar apoio oficial a Linux e Free Software para os proximos meses?"

Lages> Apoio oficial certamente. Carta-branca não. Isto vai depender de nós mesmos. Existe um grupo de técnicos que leva o projeto entre as estatais gaúchas de informática, tipo BPD, PROCEMPA e SERPRO. Dessas, o SERPRO é federal, agitamos o que podemos (principalmente o Mário Teza). A PROCEMPA é municipal mas é do mesma linha de governo do estado, então temos muito afinamento, cada um em sua amplitude. A BPD (Banrisul Proc. de Dados) é do Banco do Estado e está altamente engajada nesse processo (lá a questão é puramente $$$$).

Por fora temos a articulação com a SCT (Sec. Ciência e Tecnologia) que tende a levar isto em nível de Governo.

CoreNews> Algum envolvimento do gabinete do governador?

Lages> Estamos bem próximos disso. Acho que o grande START será o evento de novembro, pois aí o Governo deve sinalizar oficialmente que devem ser criadas políticas públicas de incentivo ao desenvolvimento de software.

CoreNews> Muito bom... agora pra fechar, como voce citou o evento de novembro, as pessoas que lerao esta entrevista gostariam de saber mais sobre ele...

Lages> O evento não foi estruturado ainda. Você será testemunha disto.

CoreNews> (Isso é uma referência ao fato que fui convidado e provavelmente participarei da reunião)

Lages> A prática da Diretoria é provocar a sociedade para que ela seja autora de seus rumos. O que vamos fazer na reunião sexta-feira [30/07/1999] será isto e assim buscar na sociedade organizada que ela veja a importância do fato e contribua na sua organização.

Tem mais um detalhe: o Governo Gaúcho está montando um polo de alta tecnologia em São Leopoldo (município vizinho) onde fica a UNISINOS. Lá teremos diversas empresas e incubadoras da área de Informática. A PROCERGS entra com a Fábrica Gaúcha de Software e através dela deve promover o incentivo necessário ao desenvolvimento conforme expus antes.

CoreNews> Algo mais a acrescentar ?

Lages> Acho que era isto.

CoreNews> Tenho autorizacao para publicar? :)

Lages> Vai em frente...

Core News(R) e' um servico gratuito da Core Technologies, empresa especializada em Linux e Computacao Movel [http:thecore.com.br] Acesse tambem a versao web, sempre com as ultimas noticias.


Veja a relação completa dos artigos de Rubens Queiroz de Almeida

 

 

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script