você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Droopy - Disponibilize um webserver para seus amigos lhe enviarem arquivos

Colaboração: Cesar Brod

Data de Publicação: 02 de dezembro de 2013

Para início de conversa, o Droopy é um projeto que merece ser olhado por todos aqueles que estão aprendendo a programar em Python. Tudo o que ele faz é abrir um servidor web que exibe uma página com um seletor de arquivos que qualquer pessoa, desde que tenha a URL fornecida por você, pode usar para enviar arquivos diretamente para a sua máquina.

Você pode baixar o Droopy diretamenta da página do projeto ou, antes disso, dar uma olhada em seu código no gitorious, onde você logo irá perceber que ele está traduzido para o português por Carlos Eduardo Moreira dos Santos e Toony Poony.

Obviamente, você precisa ter o interpretador Python instalado em seu sistema para poder rodar o Droopy. Isso já acontece por padrão nas boas distribuições Linux. Para rodá-lo, basta executar o seguinte comando, na pasta onde você o baixou:

  python droopy.py -m "Este é o servidor do Brod: suba um arquivo" -p brod.jpg

Se tudo deu certo, seu terminal deve exibir algo assim:

  _____
  |     \.----.-----.-----.-----.--.--.
  |  --  |   _|  _  |  _  |  _  |  |  |
  |_____/|__| |_____|_____|   __|___  |
                         |__|  |_____|
  
  No configuration file found.
  Files will be uploaded to .
  
  HTTP server running... Check it out at http://localhost:8000

Use seu navegador para apontar para o endereço http://localhost:8000 e você deve ver algo parecido com a figura abaixo:

Note que, logo no topo da tela, o Droopy te ajuda a descobrir o endereço da tua conexão IP para que você a passe para os amigos que você deseja que lhe enviem arquivos. Claro, só isso não será, tipicamente, o suficiente. A situação mais típica é a de você ter um roteador wireless que deverá ser configurado para que as requisições http para a porta 8000 (a porta padrão usada pelo Droopy). Se você não sabe como fazer isso, o mestre Google te ensina. Coloque na caixa de busca do Google, por exemplo:

  d-link di-524 port forward

Troque d-link di-524 pelo fabricante e modelo de seu roteador.

Você pode, também, usar um serviço de DNS Dinâmico para oferecer um endereço web mais amigável a seus amigos.

Por padrão, os arquivos recebidos ficarão na pasta onde você executou o Droopy, o que pode ser mudado com a chave -d, através da qual você especifica uma pasta diferente.

Claro que, se você realmente for abrir uma pasta de sua máquina para a web pública (o Droopy não pede senhas de acesso e nem exige uma conexão segura), tenha o cuidado em não deixar o serviço rodando quando isso não for necessário. Aqui em casa ele é usado apenas em rede local, para permitir que os membros da família façam o upload de músicas para o mídia center (um computador velho reciclado com o XBMC).

Blackdoor Security e BrodTec atuam conjuntamente na segurança de dados e servidores

Cesar Brod ministra cursos in-house adequados à necessidade de sua empresa, além de atuar como coach de equipes ágeis. Visite nosso portal para saber mais ou entre em contato diretamente com o autor para mais informações.



 

 

Veja a relação completa dos artigos de Cesar Brod

Opinião dos Leitores

Cesar Brod
04 Dez 2013, 14:49
André, qual é a distribuição Linux que usas? Dê uma olhada nos scripts que estão em /etc/init.d e use-os como exemplo para criar um para a inicialização automática do Droopy. Eu simplesmente acrescentei, na inicialização do XBMC dentro do Gnome: & python droopy.py -m "Este é o servidor do Brod: suba um arquivo" -p brod.jpg
André Lira
03 Dez 2013, 21:15
Ola a todos.

Tem como criar um script para que o Droopy suba junto com o sistema, que usar de forma similar em um XBMC
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script