você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

DNS - Root Name Servers

Colaboração: Rubens Queiroz de Almeida

Data de Publicação: 10 de Abril de 1997

Para o correto funcionamento de um servidor DNS, é necessário que se atualize periodicamente o arquivo chamado named.root. Este arquivo está disponível,via ftp anônimo, em rs.internic.net:/domain/named.root.

Este arquivo contém a lista dos servidores de mais alto nível na Internet, o domínio ".".

Caso esta lista esteja desatualizada os efeitos podem ser desastrosos e potencialmente difíceis de se identificar. Todo servidor DNS ao ser ativado precisa desta lista para então chegar aos servidores dos domínios mais baixos, como .com, .edu, etc e os domínios geográficos (.br, .jp, .au, etc.)

Esta tarefa pode ser facilmente automatizada a partir de um shell script, como o que se segue

  ---------------------< get_named.root>------------------------------------
  #!/bin/ksh
  
  # A seguir, é realizada uma sessão de ftp em modo batch. Os argumentos
  # fornecidos ao programa ftp são fornecidos na linha de comando até se
  # chegar ao delimitador, no nosso caso, a string EOF.
  
  ftp -ni rs.internic.net << EOF
  user anonymous queiroz@ccuec.unicamp.br
  cd /domain
  get named.root
  EOF
  
  # Uma vez recuperado o arquivo cabe compará-lo com a versão em
  # uso. Se diferentes, efetuar a substituição e dar um refresh 
  # no servidor DNS 
  # A localização do arquivo em uso pelo seu servidor é variável
  # e é determinada pelo valor da diretiva
  # directory        /usr/local/named
  # e pela diretiva 
  # cache . 	named.root
  # contidas no arquivo /etc/named.boot. Em nosso exemplo estamos
  # assumindo que os arquivos de configuração encontrem-se em 
  # /usr/local/named
  
  
  # No laço abaixo, caso o comando diff retorne um valor diferente
  # de zero, então serão executados os comandos contidos na diretiva else.
  # É enviado também um mail para os administradores notificando-os que
  # houve uma alteração no arquivo named.root
  
  if diff named.root /usr/local/named/named.root 1> /dev/null 2> /dev/null 
   then
  
  # Tudo normal, sai da shell
  
  	exit
   else
  
  # os arquivos são diferentes, executar a substituição, dar um refresh no
  # named e enviar um mail à equipe de suporte
  
          cp named.root /usr/local/named/named.root
          kill -HUP ""cat /etc/named.pid""
  	mail -s "Named substituído" suporte@acme.com.br < /dev/null
  fi


Veja a relação completa dos artigos de Rubens Queiroz de Almeida

 

 

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script