você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Criando um servidor APT Local

Colaboração: Marcos Vinicius Marques da Silva Junior

Data de Publicação: 03 de Agosto de 2006

Quando usamos o famoso comando "apt-get install", o apt-get procura pelo programa desejado nos mirrors cadastrados no arquivo "/etc/sources.list" da máquina. Numa rede isso pode se tornar um problema, visto que, o consumo da banda será enorme, prejudicando a infra-estrutura da rede. Para resolver este tipo de problema, podemos criar o nosso próprio servidor apt, disponibilizando assim os pacotes para download num servidor local da rede.

A receita é bem simples. Vamos precisar de um servidor apache rodando para podermos publicar os pacotes e, para criamos este espelho, usaremos o "apt-mirror", uma ferramenta muito bacana para criação de espelho apt local.

O primeiro passo é definir quais pacotes eu quero disponibilizar na minha rede: no exemplo que vou descrever, eu irei usar apenas os pacotes que fazem parte do conjunto de cd's do Debian. Mas, eu poderia disponibilizar outros pacotes, como o repositório "non-free", que não são parte integrando dos cd's de instalação. Para isso eu devo apenas especificar os repositórios extra durante a configuração do apt-mirror.

Vamos começar instalando o apache. Ele pode ser facilmente instalado através do Clica-Aki, painel de controle do Kurumin, ou usando o comando abaixo no terminal:

  # apt-get install apache2

Feita a instalação do apache, vamos para a instalação do apt-mirror, para podermos criar nosso espelho. Para instalá-lo, é necessário primeiro editar o arquivo "/etc/apt/sources.list" no nosso servidor:

  # kedit /etc/apt/sources.list

Para obter o apt-mirror, insira no final do arquivo a seguinte linha:

  deb http://apt-mirror.sourceforge.net/ apt-mirror/

Feito, salve o arquivo e vamos começar a instalação. Abra um terminal, logue-se como root e rode os comandos:

  # apt-get update
  # apt-get install apt-mirror

Terminada a instalação, vamos para a configuração do nosso servidor apt, editando o arquivo de configuração do apt-mirror.

  # kedit /etc/apt/mirror.list

Modifique o arquivo, deixando-o como no exemplo abaixo:

  # /etc/apt/mirror.list
  # Por: Marcos Vinicius M. da Silva Junior
  # Configurando os arquivos
  set base_path /var/spool/apt-mirror
  set mirror_path $base_path/mirror
  set skel_path $base_path/skel
  set var_path $base_path/var
  set defaultarch i386
  # O que espelhar:
  deb http://linorg.usp.br/debian/ sarge main contrib
  # Limpeza posterior
  clean http://linorg.usp.br/
  # Exclusões
  skip-clean http://linorg.usp.br/doc/
  skip-clean http://linorg.usp.br/tools/
  skip-clean http://linorg.usp.br/debian/doc/
  skip-clean http://linorg.usp.br/debian/tools/
  skip-clean http://linorg.usp.br/debian/project/
  #Seja Feliz!
  #fim

Pronto, agora vamos executar o apt-mirror. Ele vai baixar os pacotes do debian que fazem parte do conjunto dos cd's deste, montando assim nosso espelho.

  # su - apt-mirror -c apt-mirror

Após o download a etapa a seguir é publicar os arquivos para que estes fiquem disponíveis na rede. Edite o arquivo "/etc/apache2/conf.d/apt-repository.conf":

  # kedit /etc/apache2/conf.d/apt-repository.conf

Modifique o arquivo, deixando-o como no exemplo abaixo:

  # Inicio
  Alias /debian/pool /var/spool/apt-mirror/mirror/linorg.usp.br/debian/pool
  Alias /debian/dists /var/spool/apt-mirror/skel/linorg.usp.br/debian/dists
  Alias /debian-non-US/pool /var/spool/apt-mirror/mirror/linorg.usp.br/debian-non-US/pool
  Alias /debian-non-US/dists /var/spool/apt-mirror/skel/linorg.usp.br/debian-non-US/dists
  Alias /security /var/spool/apt-mirror/mirror/security.debian.org
  Alias /debian-non-US/dists /var/spool/apt-mirror/skel/linorg.usp.br/debian-non-US/dists
  
  AllowOverride None
  Options Indexes
  Order Deny,Allow
  Allow from 192.168.0.0/24
  Allow from 127.0.0.1/32
  Deny from all
  
  AllowOverride None
  Options Indexes
  Order Deny,Allow
  Allow from 192.168.0.0/24
  Allow from 127.0.0.1/32
  Deny from all
  
  AllowOverride None
  Options Indexes
  Order Deny,Allow
  Allow from 192.168.0.0/24
  Allow from 127.0.0.1/32
  Deny from all
  
  AllowOverride None
  Options Indexes
  Order Deny,Allow
  Allow from 192.168.0.0/24
  Allow from 127.0.0.1/32
  Deny from all
  
  AllowOverride None
  Options Indexes
  Order Deny,Allow
  Allow from 192.168.0.0/24
  Allow from 127.0.0.1/32
  Deny from all
  
  # Fim

Uma observação é que você deve modificar todas as linhas "Allow from 192.168.0.0/24" dentro do arquivo, substituindo o "192.168.0.0" pela faixa de endereços usada na sua rede. O "/24" indica a máscara de sub-rede usada, ele é uma abreviação de "255.255.255.0".

Nosso servidor agora já esta instalado e configurado, vamos modificar o sources.list dos clientes par a que estes possam acessar o nosso servidor.

  # kedit /etc/apt/sources.list(nos clientes)

Adicione a linha:

  deb http:///debian sarge main contrib

Tudo instalado e configurado agora é hora de por no ar :-) Abra um terminal no servidor, logue-se como root e rode estes comandos:

  # /etc/init.d/apache2 restart
  # apt-mirror

Pronto o servidor esta criado e no ar. Os clientes passam agora a obter os pacotes através deste espelho local. Você pode ver mais detalhes sobre o apt-mirror na página oficial:

http://apt-mirror.sourceforge.net/

Créditos: Esta dica usa exemplos retirados do artigo do Conrado Pinto Rebessi, publicado no Dicas-L: http://www.dicas-l.com.br/dicas-l/20050402.php


Aprenda inglês em casa

Curso estruturado com o que existe de melhor e mais rápido em estratégias e técnicas de aprendizado para adultos.

Conheça as aulas experimentais


Gnu Linux: Entendendo a árvore de diretórios

Fonte: Notícias Linux

"O primeiro choque para quem está chegando agora é a estrutura de diretórios do Linux, que não lembra em nada o que temos no Windows. No Windows temos os arquivos do sistema concentrados nas pastas Windows e Arquivos de programas, e você pode criar e organizar suas pastas da forma que quiser. No Linux é basicamente o contrário. O diretório raiz está tomado pelas pastas do sistema e espera-se que você armazene seus arquivos pessoais dentro da sua pasta no diretório /home. Para onde vão os programas que são instalados se não existe uma pasta central como a "Arquivos de programas"? E para onde vão os arquivos de configuração se o Linux não possui nada semelhante ao registro do Windows?"

http://www.guiadohardware.net/dicas/linux-entendendo-arvore-diretorios.html

Comente: http://www.noticiaslinux.com.br/nl1153963586.html#comentarios



Veja a relação completa dos artigos de Marcos Vinicius Marques da Silva Junior

 

 

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script