você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Confira algumas das principais diferenças entre Windows e Linux

Colaboração: Vagner Antony Carvalho.

Data de Publicação: 30 de abril de 2014

Os dois principais sistemas operacionais do mercado são o Windows e o Linux. A maioria dos usuários já se adaptaram ao uso do Windows em seus respectivos computadores, isso porque a Microsoft vem trilhando no mercado de sistemas operacionais desde 1985.

Além de ser pago, o Windows é um sistema completamente codificado para que nenhuma pessoa possa editá-lo. Já o Linux, que foi desenvolvido pelo finlandês Linus Torvalds, possui uma proposta diferente.

Esse sistema operacional possui o código fonte totalmente aberto, para que qualquer pessoa possa modificá-lo na hora que bem entender. Além de tudo, o sistema operacional Linux possui licença gratuita, ou seja, ele não é pago.

Vamos mostrar mais abaixo, algumas das principais características entre o Linux e o Windows. Iremos destacar as suas principais características, e os seus respectivos pontos fracos, para assim você poder entender um pouco mais sobre cada um. licença de uso

Essa é uma das partes mais polêmicas desses dois sistemas operacionais, pois, o Linux é totalmente aberto sobre a *GPL, *ou seja, você é livre para modificá-lo a qualquer momento, adicionar ou remover qualquer aplicação, modificá-las ou até mesmo, criar as suas próprias aplicações.

Com o Windows a história é diferente, se você adquirir uma licença do sistema operacional, você só poderá usá-la apenas no computador que você instalou o sistema operacional, se você fizer o contrário, estará violando os termos de uso da Microsoft.

Por causa desse e outros motivos, o Windows é um sistema muito estudado por hackers, e é o principal alvo deles. Além disso, uma grande maioria dos computadores que usam o S.O da Microsoft, não possuem uma licença legal para operar em suas máquinas. Código fonte

Esse é um fator que já foi antecipado anteriormente, mas devemos ressaltar esse fato que é muito importante para podermos entender um pouco mais as principais características e diferenças do Windows e Linux.

O Linux é totalmente aberto para ser modificado, na opinião de muitos usuários na internet, esse sistema operacional veio para tentar desbancar a dependência mundial no Windows, sendo que os termos da Microsoft não são bem atrativos.

Desde as suas primeiras versões, o Windows não permite a modificação de seu código fonte. Na verdade, é possível sim você modificar esse sistema, mas uma pessoa só não consiguirá modificá-lo, e se fizer, mais uma vez estará violando os termos da Microsoft. Suporte técnico

Quando surge uma dúvida sobre o uso de alguma funcionalidade, o ideal é procurar mais informações na internet, existem os forums de ajuda que são muito referenciados. Para o Linux, esses forums são bem elaborados, e na real, é muito difícil você fazer alguma pergunta e não ser respondido.

Além dos forums, há a possibilidade de contratar alguma empresa especializada no suporte técnico para o sistema operacional. Dessa forma, você poderá sanar as suas dúvidas da melhor maneira possível, e tendo obviamente, um retorno mais rápido.

Para o Windows a história não se diferencia, pois há no próprio site da Microsoft, um forum especializado, na qual os usuários poderão fazer e responder a diversas dúvidas dos usuários.

A Microsoft disponibiliza também o suporte técnico, mas é claro, você terá que pagar por este serviço, assim como o suporte técnico online para Linux. Ou seja, neste quesito, o Linux e o Windows não se destacam entre si. Instalação de aplicativos

Por incrível que pareça, o Linux possui um sistema de instalação de aplicações bem mais fácil que o Windows. Estamos falando dos gerenciadores de pacotes, estes que são uma espécie de ambiente capaz de procurar qualquer aplicação sem ter que consultar a internet, ou até mesmo desinstalar um softwere.

Já no Windows a conversa é diferente, para poder ter acesso a um determinado programa, você terá que pesquisá-lo na internet, baixá-lo, executá-lo, às vezes estes programas vem com outro softweres que são instalados sem a sua permissão e causam grandes problemas.

Ou se você tiver um cd com o executável do softwere, você poderá iseri-lo no driver de DVD, e fazer fazer a instalação. Com isso, dá pra perceber que o Linux oferece mais vantagem e facilidade na hora de instalar alguma aplicação. Segurança

Para muitos, o Linux é exageradamente mais seguro que o Windows, talvez um dos fatos mais explicativos para isso, é o fato dos vírus, malwares, e todo tipo de praga virtual, serem desenvolvidos mais para o Windows.

Esse já é um motivo suficiente para a maioria dos usuários aderirem ao Linux, o mais curioso de tudo, é que os hackers usam ferramentas do próprio Linux, para poderem atacar computadores com sistemas Windows, ou até mesmo desenvolverem aplicações maléficas para Windows.

Isso mostra que além ser mais seguro, o Linux é muito mais poderoso. Agora tentando explicar o porque que a maioria dos usuários ainda preferem Windows, podemos destacar o seguinte: a maioria dos softweres do mercado, são desenvolvidos para Windows, sendo assim, que a compatibilidade dos mesmos para Linux fica impossível.

Então esse leque de opções de softweres, fazem do Windows, um sistema operacional muito mais usado, mesmo apesar de ser o sistema de computador mais apreciado para ataques hackers, e que apresenta mais fragilidade para interceptá-los, os usuários ainda preferem usá-lo.

Via: O Notebook <http://onotebook.com.br/>



 

 

Veja a relação completa dos artigos de Vagner Antony Carvalho.

Opinião dos Leitores

simone
30 Ago 2015, 23:04
discordo plenamente do texto quando aborda , a questão de q o sistema e fácil mexer ...
Trommer
24 Set 2014, 11:13
Na verdade, o que eu procuro sobre Linux não foi realmente respondido. Questões funcionais.Trabalho em uma empresa de distribuição. Recebo e envio e-mails, faço planílias, tenho um programa de contagem de estoque e venda. Quero saber se é bom p/ isso ou não? Em casa eu uso o Mac OS Maveerick. Sem comparação com o Windows. Como o próprio nome diz o windows abre janelas p/ tudo. É um saco e não acho muito prático. Masss, não sei se teria como trabalhar na empresa com o Linux. Espero uma explicação mais interessante.
juliana guimarães
26 Ago 2014, 15:19
Muito interessante o linux,apresenta vantagens e seguranças,seria ótimo que as pessoas testassem um pouco.É bom também para algumas pessoas que não tem tempo de expandir atividades no campo de computação,pois suas facilidades acabam ajudando.
Frranciele brito
25 Ago 2014, 15:30
É muito interessante esse texto. o Linux é realmente muito seguro e possui muitas vantagens tipo por não ser pago, por entrar vírus, malwares, e todo tipo de praga virtual , e todo tipo de praga virtual , é fácil para instalar,no manuseio com os aplicativos. Ao contrario do windows.
danielle
25 Ago 2014, 15:15
a diferença a ser analisada é a qualidade, a necessidade e a condição financeira de cada um.Assim que seja feita uma escolha e principalmente utilização responsavel
Claudio
08 Mai 2014, 23:29
Acho que o Linux só chegara aos pés do windows, quando tiver um office tão bom quanto o Microsoft Office.
No meu ponto de vista, openoffice e o libreoffice são uma bosta.
Marcus
04 Mai 2014, 14:11
Parece que o texto tem sub títulos que não foram inseridos, por isso que o artigo está meio sem sentido.
Gustavo
30 Abr 2014, 17:44
Não gostei do texto. Achei mal-escrito, cheio de erros de grafia e com informações não objetivas. E o Windows não é o principal alvo de hackers porque é fechado, isso não faz o menor sentido. Ele é o principal alvo dos hackers porque é o sistema desktop mais utilizado.
Luiz Zaidan
30 Abr 2014, 09:05
Análise superficial, mostrando desconhecimento dos dois sistemas operacionais. O Windows não chegaria onde está se tudo o que foi escrito fosse verdade. Uso Linux há muitos anos, mas não deixo de reconhecer o mérito do Windows. Além disso, o Mac OS X é muito bom, baseado em UNIX e é o grande impulsor das vendas dos computadores da Apple, que vem ganhando terreno todos os dias. Tenho um MacBook Air para meu uso profissional diário, é o melhor SO que já usei até hoje. Quando preciso fazer um ajuste mais fino, abro um Terminal e uso comandos UNIX, é perfeito.
Luiz Fernando Carvalho
30 Abr 2014, 09:05
Eduardo, de qual Linux você está falando? Sou usuário linux há bastante tempo, e isso que você descreve não é a minha realidade...
Não digo que não apareceram algumas dificuldades, mas nada que seja exclusivo do linux. Requisitos para instalação de software você encontra também no Windows. Mas nunca deixei de ter um aplicativo rodando no meu linux por conta de uma dependência: sempre conseguia encontrar o caminho para resolvê-la... não é o mesmo caso no Windows...
O Linux já passou dessa história de dificuldades para instalar e operar há muito tempo. Já usei diversas distribuições... do Kurumim ao PuppyLinux. Ubuntu é apenas mais um "sabor" do linux...
E aliás, nunca fui atacado pela comunidade linux... e não sou programador... sou da área de RH...
André Mesquita
30 Abr 2014, 09:00
Um belo exemplo de sua flustação pessoal , amigo sua colocação e tapar o sol com a peneira ... A maioria dos usuários comuns chamam sobrinhos, filhos, tios para instalar um equipamento novo e desconhecido em seu computador Seja Windows Mac OS ou Linux e sempre vai existir a possibilidade de conflito de drivers, mas nos proprietários ou você usa a versão homologada ou joga fora o equipamento a famosa obsolencia programada
Eduardo Carvalho
30 Abr 2014, 07:13
Texto totalmente parcial. Discordo veementemente sobre a facilidade de instalação no linux. Quem nunca se deparou com infindáveis dependências exigidas entre pacotes, cuja maioria é desconhecida pelo usuário comum? Nunca me esquecerei de uma ocasião em que fui tentar instalar o Licq, e após várias dependências instaladas recebi uma mensagem de que deveria atualizar o Kernel para outra versão (interessante que não foi o programa original, mas uma dependência mais interna que fez isso). A dificuldade se repete no uso dos aplicativos. Apesar de o Ubuntu ter melhorado muito nesse aspecto, ainda se sofre para fazer coisas simples. Parece piada ouvir discussões sobre qual editor é melhor entre Vi e Emacs, quando ambos são péssimos ante um Notepad++ (e aqui não me refiro a programadores. Sério, qual o percentual de pessoas que programam?) Normalmente esse tipo de questionamento é respondido com ataques ao usuário, taxando-o de preguiçoso ou sem vontade de aprender. Como se fosse o usuário que tivesse que se adaptar a cada programa, e não o contrário.
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script