você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Clonando HDs via rede com G4U (ghost for unix)

Colaboração: Willian Itiho Amano

Data de Publicação: 23 de Março de 2006

Quando temos várias máquinas com o mesmo hardware (ou parecido) podemos fazer a clonagem dos HD. Para este fim temos vários programas que fazem a clonagem mas no geral só podem ser feitos abrindo as máquinas e colocando o HD a ser clonado como master e o HD novo como slave. Para resolver esse problema estarei expondo o sistema G4U (ghost for unix). Com o G4U podemos criar a imagem da máquina já montada e configurada e hospeda-la em um servidor FTP de forma compactada, possibilitando baixar pela rede montando em vários computadores ao mesmo tempo e de forma bastante rápida.

Configurando o servidor:

Para fazermos a clonagem dos HDs, precisamos de um servidor para armazenar a iso e depois podermos baixar para os demais computadores. Este é um servidor precisa apenas de dois serviços especiais rodando. O primeiro serviço é a hospedagem em sí, baseada no protocolo FTP. O segundo eh um servidor DHCP para enviar as informações da rede para as máquinas que estão sendo montadas. Não entrarei no mérito das configurações do servidor FTP e do DHCP. Apresentarei apenas as configurações necessárias para o funcionamento deste sistema.

Crie uma conta no grupo FTP com o nome "install"

  #useradd -g FTP install
  #passwd install

Download e criação dos disquetes de boot:

Para se criar as imagens ou para baixa-las num novo computador, precisamos dar um boot no sistema com dois disquetes e depois criar/baixar as imagens em sí. Baixe os arquivos para a criação dos disquetes.

  #wget http://www.feyrer.de/g4u/g4u-2.1-1.fs
  #wget http://www.feyrer.de/g4u/g4u-2.1-2.fs

Formate os disquetes.

  #fdformat /dev/fd0

Crie os disquetes de boot.

  #cat g4u-2.1-1.fs >/dev/fd0
  #cat g4u-2.1-2.fs >/dev/fd0

Criação das imagens:

Agora você tem dois disquetes de boot. É hora de fazer a imagem.

Coloque o seu server pra rodar e na máquina que vai ser clonada você coloca para dar boot do disquete 1. Ele vai pedir para você colocar o segundo e apertar enter. Faça isso. Ele vai ler as configurações da máquina e montar placa de rede e outras tranqueiras.

Irá aparecer uma tela explicativa dos comandos do sistema e lá em baixo a linha de comando: # Neste momento você já pode retirar o disquete que o sistema já está na memória. O comando básico para criar a imagem é:

  #uploaddisk <IP-Servidor-FTP> <nome da imagem> <disco>

onde:

<IP-Servidor-FTP> - Ip do servidor que você configurou.

<nome da imagem> - Escolhe qualquer hum. Use algo condizente como o modelo da máquina que você está montando.

<disco> - normalmente é wd0 para primário master mas você pode conseguir utilizando o comando "disk"

Ele pedirá a senha do servidor. Coloque aquela que você configurou da conta install (Ele só aceita essa conta). Feito isso vá tomar um lanche na lanchonete. A velocidade varia com o uso da rede, tamanho do HD e velocidade dos computadores. Quando ele retornar a linha de comando você pode reiniciar o computador (reset mesmo).

Clonando os HDs:

O procedimento de clonagem é bem parecido com o de criação da imagem.

De o boot com os disquetes. Quando aparecer a tela explicativa, retire o disquete e inicie outro computador (Essa é a grande vantagem. Faz-se vários ao mesmo tempo). o comando é:

  #slurpdisk <IP-Servidor-FTP> <nome da imagem> <disco>

Só lembrando que o nome da imagem tem de ser igual ao que você criou. Ele pedirá a senha do usuário install. Digite e ele começará a baixar a iso. Terminado de baixar reinicie o computador e configure pra dar boot pelo HD e seu sistema deverá funcionar.



 

 

Veja a relação completa dos artigos de Willian Itiho Amano

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script