você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Caracteres especiais no CentOS UTF-8 / iso8859-1

Colaboração: Alan Rodrigues

Data de Publicação: 19 de abril de 2013

O Problema: Estava enfrentando um problema com caracteres especiais no CentOS. O meu problema era um diretório compartilhado no Windows, e que mapeado no CentOS através do comando:

  mount -t cifs //servidor/compartilhamento /mnt/compartilhamento  o username=usuário,password=senha

apresentava erros na exibição de alguns caracteres.

Tentativas de solução:

A primeira solução adotada foi adicionar o paramentro: iocharset=isso-8859-1, e que a principio funcionou. Mas após navegar sobre o compartilhamento, alguns arquivos que foram nomeados com um travessão. Obs: é um travessão e não um traço sinal de menos. Este caractere não era exibido corretamente e em seu lugar era exibidos um sinal de interrogação ("?").

Tentei também mudar o arquivo /etc/sysconfig/i18n:

de

  LANG="pt_BR.UTF-8"
  SYSFONT="latarcyrheb-sun16"

Para:

  LANG="pt_BR"
  SYSFONT="latarcyrheb-sun16"

Mas não deu certo. Por fim descobri que o problema não estava no Linux e sim no cliente ssh (Putty) que estava usando, pois quando acessava o Linux diretamente por sua interface este problema não existia.

A Solução

Para Solucionar o problema basta no Putty alterar o parâmetro:

Remote character set de ISO-8859-1:1998 (Latin-a, West Europe) para: UTF-8.

Em Windows ; Translation

Observação

Manter o /etc/sysconfig/i18n com:

  LANG="pt_BR.UTF-8"
  SYSFONT="latarcyrheb-sun16"

Não adicionar o parametro iocharset=iso8859-1, no comando mount.



Veja a relação completa dos artigos de Alan Rodrigues

 

 

Opinião dos Leitores

Wendell Almeida
23 Abr 2013, 11:10
A dica não me ajudou no Putty, mas ajudou a montar um compartilhamento NTFS do Windows no Linux via smbfs que estava com problemas de acentuação. O padrão do iocharset do mount é iso8859-1. Mudei para utf8 é funciona corretamente agora.
Xinuo
22 Abr 2013, 16:22
Não entendi o que o PuTTY têm a ver com o Samba?!?!?!? Creio que a maioria dos GNU/Linux existentes atualmente sejam configurados por default para usar o UTF-8, tendo o PuTTY o default de ISO-8859-1 (conserta que está errado no texto), então haverá problemas de exibição.

Quanto ao Samba, creio que ele lide bem com a diferença de configurações entre clientes Windows e Servidor SMB no GNU/Linux.

Aproveito e deixo a dica para um outro programa relacionado que vejo muita gente usar, o WinSCP, que usa os protocolos do SSH para transferir arquivos, no meu WinXP ele têm divergência nos nomes de arquivos e diretórios acentuados. Mas existe uma opção no menu "Ambiente", com o texto: "Codificação UTF-8 para nomes de arquivo". O default "Auto", que parece não funcionar direito, eu troquei para "Ligado" e tudo funcionou como deveria.
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script