você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Cameras digitais em Gnu Linux

Colaboração: Marcio de Araujo Benedito

Data de Publicação: 27 de Maio de 2004

Os sistemas gnu/linux suportam vários modelos de cameras fotográficas digitais. O software mais completo é o gphoto2 <http://www.gphoto.org>, que pode ser instalado facilmente em sua distribuição preferida. Para usuários Debian, basta:

  apt-get install gphoto2 libgphoto2

O gphoto2 é um programa para linha de comando. Uma lista completa dos comandos pode ser obtida com a opção --help:

  gphoto2 --help

Os comandos mais comuns são:

  gphoto2 --auto-detect # detecta a camera instalada
  gphoto2 --list-cameras # lista as câmeras suportadas
  gphoto2 -P # recupera todas as imagens
  gphoto2 -D # apaga todas as imagens da câmera:

Para mais informações, man gphoto2 :)

Existe ainda o gtkam, uma interface para o gphoto baseada em GTK2. O gtkam permite a visualização e a manipulação de imagens da câmera. Uma boa pedida para quem não gosta de linha de comando ;)

O que pouca gente sabe é que esta não é a *única* forma de acesso à cameras digitais. Uma forma bem mais simples é o acesos direto à memória fisica da camera. Como a maioria das cameras fotográficas usa o barramento USB e memória flash para armazenamento, basta fazer o acesso a elas como se faz para acessar discos rígidos ou mídias removíveis, como HDs externos ou aqueles "chaveiros" de memória, através do barramento USB. Para isso, é necessário apenas que o kernel tenha suporte a controladoras USB, dispositivos SCSI e ao hotplug. Existem muitas vantagens em utilizar este método, como a facilidade e permitir o acesso a cameras não suportadas pelo gphoto2 :)

Ao plugar a camera na porta USB, o hotplug informará sobre o novo dispositivo anexado. Veja a entrada do /var/log/message:

  curvina kernel: usb 1-2: new full speed USB device using address 2
  curvina kernel: Initializing USB Mass Storage driver...
  curvina kernel: scsi0 : SCSI emulation for USB Mass Storage devices
  curvina kernel: Vendor: Samsung   Model: Digimax 201       Rev: 1.00
  curvina kernel: Type:   Direct-Access   ANSI SCSI revision:  02
  curvina kernel: SCSI device sda: 16384 512-byte hdwr sectors (8 MB)
  curvina kernel: sda: assuming Write Enabled
  curvina kernel:  sda:<7>usb-storage: queuecommand called
  curvina kernel:  sda1
  curvina kernel: Attached scsi removable disk sda at scsi0, channel 0, id 0, lun 0
  usb.agent[1568]: usb-storage: loaded sucessfully
  curvina kernel: drivers/usb/core/usb.c: registered new driver usb-storage
  curvina kernel: USB Mass Storage support registered.
  curvina scsi.agent[1601]: disk at
  /devices/pci0000:00/0000:00:07.2/usb1/1-2/1-2:1.0/host0/0:0:0:0

No caso acima, a camera digital Samsung Digimax 201, que *não* é suportada pelo gphoto2, foi encontrada e sua memória física detectada como sendo um HD externo SCSI. Então basta usar as ferramentas próprias para continuar o serviço e obter as fotos!

  mount -t vfat /dev/sda1 /mnt          # monta a camera em /mnt
  ls -l /mnt/dcim/100sscam/             #lista o conteúdo do diretorio
  
  total 3600
  - -rwxr--r--    1 china    china       49151 2004-05-13 10:04 s2010001.jpg
  - -rwxr--r--    1 china    china       46345 2004-05-13 10:04 s2010002.jpg
  - -rwxr--r--    1 china    china       47764 2004-05-13 10:04 s2010003.jpg
  - -rwxr--r--    1 china    china       47996 2004-05-13 10:04 s2010004.jpg
  - -rwxr--r--    1 china    china       45647 2004-05-13 10:04 s2010005.jpg
  [corta]
  cp /mnt/* /home/china/fotos/ # copia todas as fotos
  rm /mnt/* # apaga o conteudo da camera

É isso. Com este método é possivel usar a grande maioria das cameras do mercado, mesmo as mais modernas.



Veja a relação completa dos artigos de Marcio de Araujo Benedito

 

 

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script