você está aqui: Home  → Arquivo de Mensagens

Alternativas livres aos formatos e mídias de DVD

Colaboração: Luiz Gonzaga dos Santos Filho

Data de Publicação: 13 de Abril de 2006

Numa época de brigas de titãs para ver quem vai substituir o DVD - HD-DVD ou BluRay, os grandes nomes mundiais investem pesado na tecnologia escolhida... Mas timida, porém corajosamente, um novo formato enche o peito e se mostra:

VCDHD

(Trecho seguinte retirado da internet:)

Um consórcio de empresas da Rússia e da Ucrânia lançou esta semana o que poderá se tornar uma alternativa na disputa pelo sucessor do DVD. Batizado de VCDHD ("Versatile Compact Disc High Density"), o novo formato de disco óptico é mais simples e mais barato até mesmo do que o próprio DVD.
Segundo a empresa, uma nova geometria garante uma taxa de erros menor do que todos os outros formatos. Embora sua capacidade atual seja a mesma de um DVD comum, o novo disco tem apenas metade da espessura - 0,6 mm. Isso reduziu enormemente o custo de produção do novo disco.
Além da diminuição da quantidade de policarbonato, pela redução do volume do disco, não há necessidade de colagem de camadas, como nos DVDs. A simplicidade se traduz num tempo de fabricação de apenas 2 segundos por unidade - um DVD leva de 6 a 9 segundos para ser produzido.
A empresa anunciou que já está trabalhando numa versão com laser azul, que deverá elevar a capacidade de armazenamento para 25 GB.
*Mas o grande trunfo desse disco óptico alternativo é a ausência de taxa de licenciamento*. O primeiro filme gravado no novo formato - "Prorwemos", um filme de ação ucraniano - será vendido pelo equivalente a US$4,50. ""

Sobre as licensas para DVD e players de DVD:

O licenciamento, royalties, etc, são responsáveis por 30~60% do valor final do player/mídia.

O formato VCDHD por exemplo já não paga isso, aliado ao formato open-source *Matroska* imagina o que teríamos: Um player que rodaria TODOS os codecs de áudio/video sem os custos que um player que leva o logo DivX tem, e, a exclusão definitiva do AVI e DivX nos players.

Para o Blu-Ray por exemplo já existem há tempo players/gravadores de mesa da Philips com suporte ao Matroska exclusivamente (foi excluído o AVI, DivX, ND, etc) e esses players vem com uma suite de softwares incríveis para você "brincar" no pc. Recentemente a Philips licenciou a alemã Münchmeyer Petersen & Co. GmbH para produzir players com as mesmas especificações.

Não existem no mercado ainda por causa da DivX que se aliou aos estúdios, impondo um monte de normas aos fabricantes, para proteger logicamente o seu formato restrito.

Lançando um player que exclui o AVI, DivX, Nero Digital, etc, como container e inserindo um formato open-source (como o matroska - MKV) como padrão de manipulação de menus, streams, etc, ela vai de cara contra o DirectShow - formato proprietário (Microsoft) atualmente mais usado.

Compatibilidade:

Uma outra excelente notícia é que o VCDHD é compatível com os players atuais de DVD, o que não acontece com o BluRay e com o HDDVD, que exigirão um "upgrade" de nossos artefatos tecnológicos para sua utilização. Talvez a única mudança de hardware necessária para o VCDHD seja quando lançarem a versão de laser azul. Mas, mesmo assim, não seria toda uma nova tecnologia "reinventada", mas somente o leitor/gravador compatível com a faixa de laser azul.

Referências:



 

 

Veja a relação completa dos artigos de Luiz Gonzaga dos Santos Filho

Opinião dos Leitores

Seja o primeiro a comentar este artigo
*Nome:
Email:
Me notifique sobre novos comentários nessa página
Oculte meu email
*Texto:
 
  Para publicar seu comentário, digite o código contido na imagem acima
 


Powered by Scriptsmill Comments Script